Alexander Gustafsson avisa: ‘A era do Jon Jones acabou’

O sueco prometeu vencer a revanche com o rival antes do combate chegar ao fim, pois não vai deixar a decisão na mão dos juízes novamente

A. Gustafsson não luta desde maio de 2017. Foto: Reprodução/Instagram @alexthemauler

Alexander Gustafsson terá mais uma chance de enfrentar Jon Jones na luta principal do UFC 232 no dia 29 de dezembro em Las Vegas (EUA). Os lutadores protagonizaram a maior luta da história do meio-pesados no UFC 165 em setembro de 2013. Após cinco rounds, ‘Bones’ saiu com uma vitória por decisão unânime. No reencontro com o rival, ‘Mauler’ prometeu vencer o combate antes do fim, pois não vai deixar a decisão na mão dos juízes.

Veja Também

UFC agenda coletiva de imprensa com Cyborg, Amanda, Jones e Gustafsson
Vídeo: Jon Jones empurra Gustafsson em coletiva de imprensa do UFC 232

“Se eu ver a oportunidade de acabar com a luta, eu vou aproveitar e vou dar tudo de mim. Eu não confio nos juízes”, disparou Gustafsson em entrevista com jornalistas em Las Vegas (EUA).

Gustafsson afirmou que irá vencer ‘Bones’, conquistar o cinturão dos meio-pesados e acabar com o rival de uma vez por todas. Assim a ‘Era Jon Jones’ chegará ao fim.

“Olha, é ele quem tem que decidir o que quer ou não fazer, no final das contas é sobre quem quer mais e eu sou esse cara. A era do Jon Jones acabou. Estou aqui para tomar o lugar dele, para pegar esse cinturão e para acabar com ele de uma vez por todas. Quando eu conquistar aquele cinturão, será uma experiência nova pra mim. Eu já estive nessa posição antes e perdi. Eu sei como é isso, já passei por isso antes. Nunca fui campeão na minha vida, então não sei qual será o próximo passo, mas estou buscando grandes lutas. Mas eu quero vingar as minhas derrotas também. Eu perdi para o Cormier, então vamos ver o que acontece”, disse Alexander.

Gustafsson garantiu que irá se lembrar toda a vida do primeiro com Jones no UFC 165 em 2013. O lutador admitiu que ter aprendido muito com o primeiro combate e está se preparando ainda mais para o segundo duelo.

“É difícil de dizer, eu não acho que vai ser uma luta fácil. Estou me preparando para o melhor Jon Jones que existe, estou me preparando para um Jones ainda melhor do que da última vez. Eu só quero lutar o melhor, não quero desculpas. Não importa o que ele tem feito, o que eu tenho feito, não importa agora… tudo vai ser medido pelo dia 29”, explicou ‘Mauler’.

Gustafsson vem de vitórias sobre Jan Blachowicz e Glover Teixeira, mas não luta desde maio de 2017. O sueco tem um cartel com 22 combates, sendo 18 triunfos e quatro reveses.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário