Amanda Nunes cogita aposentadoria após luta contra Holly Holm

Campeã das divisões de galos e penas revelou que, por pedido da mãe, já deveria ter pendurado as luvas após a vitória sobre Cris Cyborg no UFC 232, em dezembro

A. Nunes não é derrotada desde 2014. Foto: Reprodução / YouTube ufc

Dona de dois cinturões do UFC e sem perder deste 2014, Amanda Nunes vive a melhor fase de sua carreira. Mesmo assim, a campeã nas divisões de galos (até 62.1 kg.) e penas (até 65.7 kg.) revelou que pretende pendurar as luvas em breve.

Veja Também

Amanda Nunes defende cinturão contra Holly Holm no UFC 237, em Curitiba
Vídeo: Veja e compare as comemorações de José Aldo ‘nos braços da galera’

Em bate-papo com os fãs durante o UFC Fortaleza, realizado neste final de semana, Amanda revelou que pode se aposentar após sua próxima luta – contra Holly Holm no UFC 237, em maio, na cidade de Curitiba -. O fim da carreira no auge e com apenas 30 anos seria por um pedido de sua mãe.

“Minha mãe pediu para eu me aposentar. Já era para eu me aposentar depois da luta contra a Cris (Cyborg). Ela falou que já está bom, que já conquistei tudo que era para conquistar. Essa era a última coisa que eu queria, ser campeã em duas categorias. Não preciso provar nada pra ninguém. Estou bem financeiramente, estou bem com minha vida. Quero viver e aproveitar bastante”, revelou Amanda.

Amanda Nunes

Cotada como a maior lutadora de todos os tempos, Amanda Nunes construiu uma história brilhante no MMA nos últimos anos. A baiana é a única atleta campeã de duas categorias no Ultimate e soma um cartel de 17 vitórias e quatro derrotas. Campeã do peso galo, com três defesas de título, a ‘Leoa’ subiu ao peso pena e tirou uma invencibilidade de 13 anos da compatriota Cris Cyborg, tomando o título da paranaense.

Alem da vitória por nocaute diante Cyborg, Amanda também soma triunfos sobre nomes importantes como: Miesha Tate, Ronda Rousey e Valentina Shevchenko

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário