Após pedir seguidores, perfil Johnny Walker cresce 48% no Instagram

Lutador brasileiro, que venceu sua luta em apenas 36 segundos no UFC 235, saltou de 165 mil para 244 mil em apenas dois dias

Walker ganhou muitos seguires nas redes sociais. Foto: Reprodução / Twitter @ufcnews

Johnny Walker estreou no Ultimate, em novembro, e precisou de pouco tempo para conquistar os fãs da organização. Após três vitórias fulminantes, a última sobre o letão Misha Cirkunov, no UFC 235, no último sábado (02), o brasileiro pediu ajuda para conseguir seguidores nas redes sociais. E o pedido foi rapidamente atendido.

Veja Também

Johnny Walker vence com nocaute fulminante no card preliminar do UFC 235
VÍDEO: Assista o nocaute espetacular de Johnny Walker sobre Misha Cirkunov no UFC 235
Questionado sobre ascensão de Johnny Walker, campeão crava: ‘Só vai existir um Jon Jones’

‘Pessoal, me sigam no Instagram: johnnywalkerufc. Eu preciso de patrocinadores’, afirmou Johnny no sábado.

A partir deste momento, o perfil do lutador teve um incrível crescimento. Ele saltou de 165 mil seguidores para 244 mil, uma alavancagem de 48%. Neste período, apenas Jon Jones, protagonista da luta principal do UFC 235, ganhou mais fãs em números absolutos no Instagram.

O números de Johnny Walker nas redes sociais crescem de forma impressionante a cada vez que ele sobe no octógono. De acordo com o repórter Guilherme Cruz, do site norte-americano MMA Fighting, o brasileiro saltou de 23 mil para 108 mil seguidores após sua apresentação no UFC Fortaleza, em fevereiro deste ano. O ganho de 85 mil seguidores foi maior que os números de Marlon Moraes e Raphael Assunção, protagonistas da luta principal do show na capital cearense, combinados.

Johnny Walker

Walker tem um histórico no MMA de 17 vitórias e três derrotas. O brasileiro, que estreou no UFC, em novembro de 2018, teve uma ascensão meteórica em quatro meses na organização, com três vitórias em menos de três minutos somados de combate: ele venceu Khalil Rountree em 1m57; Justin Ledet, em fevereiro, com apenas 15seg e Misha Cirkunov, 14º no ranking da categoria, em 38 segundos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário