Jon Jones e Tyron Woodley recebem quase R$2 milhões de bolsa no UFC 235

Campeão dos meio-pesados e ex-campeão dos meio-médios tiveram os maiores salários da atração e embolsaram US$500 mil, cerca de R$1,9 milhão

Woodley (esq.) e Jones (dir.) receberam maiores salários do UFC 235. Foto: Montagem SL / MMA Press

Principal estrela do UFC 235, realizado no último sábado (02), Jon Jones embolsou o maior salário da atração. De acordo com o relatório da Comissão Atlética de Nevada, entidade responsável por sancionar o evento, o campeão dos meio-pesados (até 93 kg.) embolsou US$500 mil, cerca de R$1,9 milhão na cotação atual.

Saiba mais

Após pedir seguidores, perfil Johnny Walker cresce 48% no Instagram
Vídeo: Kamaru Usman e Colby Covington criam confusão em cassino após o UFC 235
Questionado sobre ascensão de Johnny Walker, campeão crava: ‘Só vai existir um Jon Jones’

Além de Jones, quem também recebeu US$500 mil de salário foi Tyron Woodley. O norte-americano, que colocou o título dos meio-médios (até 77.1 kg.) em jogo na atração, foi superado nigeriano Kamaru Usman e perdeu o reinado da divisão. Já o novo campeão teve uma bolsa de US$350 mil (R$1,3 milhão).

Entre os brasileiros, o melhor pagamento ficou para Pedro Munhoz. O lutador paulista, que derrotou o ex-campeão dos galos Cody Garbrandt, faturou US$ 96 mil (R$368 mil). Já Johnny Walker não ficou muito atrás e recebeu U$S 90 mil (R$340 mil).

Por outro lado, a paraense Poliana Viana, que fez a primeira luta do card, ficou na menor faixa salarial da atração. Ela teve uma bolsa de US$ 12 mil (R$45 mil).

Confira abaixo a lista completa com os salários do UFC 235. Os valores abaixo são exclusivamente das bolsas pagas pelos combates e não incluem os bônus de performance, nem demais extras que o Ultimate pode oferecer aos atletas.

Salários do UFC 235

Jon Jones: US$500 mil – sem bônus pela vitória
Anthony Smith: US$350 mil
Jon Jones derrotou Anthony Smith na decisão unânime dos juízes – luta pelo cinturão

Tyron Woodley: US$500 mil
Kamaru Usman: US$350 mil – sem bônus pela vitória
Kamaru Usman derrotou Tyron Woodley na decisão unânime dos juízes – luta pelo cinturão

Ben Askren: US$350 mil – US$200 mil pela apresentação mais US$150 mil de bônus pela vitória
Robbie Lawler: US$200 mil
Ben Askren finalizou Robbie Lawler com uma gravata a 3m20s do R1

Weili Zhang: US$36 mil – US$18 mil pela apresentação mais US$18 mil de bônus pela vitória
Tecia Torres: US$36 mil
Weili Zhang derrotou Tecia Torres na decisão unânime dos juízes

Pedro Munhoz: US$96 mil – US$48 mil pela apresentação mais US$48 mil de bônus pela vitória
Cody Garbrandt: US$130 mil
Pedro Munhoz derrotou Cody Garbrandt por nocaute a 4m52s do R1

Zabit Magomedsharipov: US$110 mil – US$55 mil pela apresentação mais US$55 mil de bônus pela vitória
Jeremy Stephens: US$67 mil
Zabit Magomedsharipov derrotou Jeremy Stephens na decisão unânime dos juízes

Johnny Walker: US$90 mil – US$45 mil pela apresentação mais US$45 mil de bônus pela vitória
Misha Cirkunov: US$63 mil
Johnny Walker derrotou Misha Cirkunov por nocaute técnico a 36s do R1

Cody Stamman: US$66 mil – US$33 mil pela apresentação mais US$33 mil de bônus pela vitória
Alejandro Perez: US$42 mil
Cody Stamann derrotou Alejandro Perez na decisão unânime

Diego Sanchez: US$198 mil – US$99 mil pela apresentação mais US$99 mil de bônus pela vitória
Mickey Gall: US$30 mil
Diego Sanchez derrotou Mickey Gall por nocaute técnico a 4m13s do R2

Edmen Shahbazyan: US$26 mil – US$13 mil pela apresentação mais US$13 mil de bônus pela vitória
Charles Byrd Jr.: US$12 mil
Edmen Shahbazyan derrotou Charles Byrd por nocaute técnico a 38s do R1

Macy Chiasson: US$50 mil – US$25 mil pela apresentação mais US$25 mil de bônus pela vitória
Gina Mazany: US$14 mil
Macy Chiasson derrotou Gina Mazany por nocaute técnico a 1m49s do R1

Hannah Cifers: US$24 mil – US$12 mil pela apresentação mais US$12 mil de bônus pela vitória
Poliana Viana: US$12 mil
Hannah Cifers derrotou Polyana Viana na decisão dividida dos juízes

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário