Hirota é vetado por médicos e está fora do UFC Japão

Veterano japonês teve problemas com o corte de peso, ficou fora do limite dos penas e foi retirado do evento

 

M. Hirota (esq) não irá mais enfrentar C. Rosa (dir) (Foto: Reprodução Facebook ufc)

M. Hirota (esq) não irá mais enfrentar C. Rosa (dir) (Foto: Reprodução Facebook ufc)

Após diversas mudanças no card, o UFC Japão sofreu uma baixa de última hora. O veterano Mizuto Hirota, de 36 anos, teve problemas para bater o limite do peso pena, de 65,7 kg., ficou mais de 2kg. acima (68 kg.) e acabou retirado do evento. A decisão foi tomada pela equipe médica do evento. O japonês enfrentaria Charles Rosa na abertura da porção principal do show. O norte-americano bateu o peso e deverá receber seu salário, independente de não ter lutado.

Veja Também

Y. Okami (dir) volta contra OSP (esq) Foto: Reprodução Twitter UFC
UFC Japão traz duelo de brasileiras e estreia de lenda do kickboxing
J. Andrade e C. Gadelha estão confirmadas (Foto: Reprodução Youtube ufc)
Brasileiros batem o peso e estão confirmados no UFC Japão
St. Pierre (foto) falou sobre rivalidade com Bisping Foto: Reprodução  / Twitter / Georges St. Pierre
St. Pierre não liga para insultos de Bisping: ‘Tem problemas’

Hirota já aparentava estar mais do que desidratado quando foi se pesar. Jornalistas presentes à pesagem oficial do UFC Japão relataram que o japonês parecia tonto e estava precisando de ajuda para chegar à balança. Depois, chegou a encarar Rosa, aparentando estar ligeiramente melhor e chegou a pedir desculpas ao então adversário por não bater o peso.

O UFC Japão segue com 10 lutas e começa às 20h20 (horário de Brasília), excepcionalmente nesta sexta-feira. O evento já havia sofrido outra baixa recentemente, desta vez na luta principal. O brasileiro Mauricio Shogun retornaria à Saitama Super Arena, palco de algumas de suas maiores conquistas, contra Ovince St. Preux. Porém, o ex-campeão meio-pesado sofreu uma lesão no joelho e foi retirado do show – ele será substituído por Yushin Okami, que subirá para o meio-pesado para retornar ao UFC após ter sido demitido há alguns anos

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário