UFC 237: Em luta equilibrada, Alexander Volkanovski supera José Aldo e frusta torcida no Rio

Com boa estratégia traçada, australiano abusa de luta agarrada e supera ex-campeão no Rio de Janeiro

A. Volkanovski (foto) supera J. Aldo no UFC 237. Foto: Reprodução/Facebook Ufc

O clima era a favor, mas não deu para José Aldo. O brasilero foi derrotado por Alexander Volkanovski em uma das lutas mais esperadas do UFC 237. O duelo representou a terceira luta do card principal do evento que aconteceu neste sábado (12), no Rio de Janeiro. Com a derrota, o brasileiro praticamente dá adeus ao sonho de uma nova disputa pelo cinturão da categoria.

Veja Também

VÍDEO: Assista à derrota de José Aldo para Alexander Volkanovski no UFC 237 Rio
Jéssica faz valer apelido de ‘Bate-Estaca’, crava Namajunas no solo e salva noite brasileira no UFC 237
VÍDEO: Assista o nocaute brutal de Jéssica Bate-Estaca sobre Rose Namajunas no UFC 237, no Rio
UFC 237: Anderson Silva recebe chute no joelho, sente lesão e perde por nocaute para Jared Cannonier
VÍDEO: Veja o nocaute sofrido por Anderson Silva no UFC 237, no Rio

Aldo apostou no contra-ataque, porém sucumbiu a uma estratégia impecável aplicada por Alexander e sua equipe. Novamente, o manauara não fez uso de uma grande arma de seu jogo: os chutes. O brasileiro passou a ser muito criticado em seus últimos duelos por não fazer uso do golpe, que se mostrou eficiente em diversas ocasiões.

O australiano, antes do duelo, vinha em uma sequência incrível de 16 lutas de invencibilidade. Após a vitória, o atleta que figurava na quarta posição do ranking deve subir na categoria. Por outro lado, José Aldo, que vinha de duas ótimas vitórias, deve cair no ranking e se afasta do sonhado reencontro com o cinturão.

A luta

Os atletas começaram o duelo bastante concentrados e buscando o momento certo para fazer suas investidas. Alexander tomou a iniciativa desferindo alguns chutes baixos em Aldo. O brasileiro parecia aguardar um golpe do australiano para realizar um contra-ataque. Volkanovski mostrava respeito pelo ‘Campeão do Povo’, que se mostrava rápido em seus ataques. Aos dois minutos, José conseguiu desferir dois bons golpes, que explodiram na linha de cintura do oponente. Alexander, no entanto, não acusou o golpe. No minuto final, o australiano conseguiu prensar o brasileiro nas grades, tentando buscar uma queda. Aldo, porém, se defendeu bem e a luta retornou para o centro do octógono.

No segundo round, Alexander voltou a atacar primeiro, novamente com chutes baixos. Aldo, porém, se mostrava muito rápido no contra-ataque, e, por vezes, conectava diretos no rosto do oponente. Quase na metade do assalto, José acertou um soco de esquerda no adversário, que sorriu para o brasileiro. O australiano conseguiu descontar o ataque do manauara, conectando um soco direto no rosto do brasileiro.  Restando poucos minutos para o fim do round, o combate foi interrompido em consequência de um dedo no olho desferido por Volkanovski em Aldo. No retorno, Alexander voltou a prender o brasileiro na grade, mas José conseguiu um giro e reverteu a situação. Os atletas se afastaram e levaram novamente o combate para o centro do octógono.

Com a luta equilibrada, os lutadores precisavam dar seu melhor para vencer o último assalto. Os atletas, então, passaram a trocar golpes perigosos até que o australiano voltou a prender Aldo na grade. Alexander parecia mais confiante na última etapa e conseguia acertar bons socos no rosto do manauara. No fim, por outra vez, Volkanovski encostou o ‘Campeão do Povo’ nas grades e manteve o embate lá até que a buzina soasse.

Resultados do UFC 237

CARD PRINCIPAL

Peso palha: Jéssica Bate-Estaca derrotou Rose Namajunas por nocaute a 2m58s do R2 – válida pelo cinturão

Peso médio: Jared Cannonier derrotou Anderson Silva por nocaute técnico aos 4m47s do R1

Peso pena: Alexander Volkanovski derrotou José Aldo na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-médio: Laureano Staropoli derrotou Thiago Pitbull por decisão unânime dos juízes (30-27, 29,28, 30-27)

Peso galo: Irene Aldana derrotou Bethe Pitbull por finalização aos 3m24 do R3

CARD PRELIMINAR

Peso meio-pesado: Ryan Spann derrotou Rogério Minotouro  por nocaute aos 2m07s do R1

Peso leve: Thiago Moisés derrotou Kurt Holobaugh por decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 30-26)

Peso meio-médio: Warlley Alves derrotou Serginho Moraes por nocaute aos 4m30s do R3

Peso leve: Clay Guida derrotou BJ Penn por decisão unânime dos juízes (29-28, 29-27, 29-28)

Peso mosca: Luana Dread derrotou Priscila Pedrita por decisão unânime dos juízes (30-26. 29-27. 30-26)

Peso galo: Raoni Barcelos derrotou Carlos Huachin por nocaute aos 4m59s do R2

Peso galo: Viviane Araújo derrotou Talita Bernardo por nocaute aos 48s do R3

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário