Jéssica Andrade minimiza chance de nova luta contra Joanna Jedrzejczyk | SUPER LUTAS

Jéssica Andrade minimiza chance de nova luta contra Joanna Jedrzejczyk

Brasileira afirma que ex-campeã deve vencer novos embates para se credenciar ao título das palhas

J. Andrade (foto) que J. Jędrzejczyk deve fazer por merecer chance ao título. Foto: Reprodução/YouTube Ufc

A brasileira Jéssica Andrade minimizou as chances de ter Joanna Jedrzejczyk como sua adversária em sua primeira defesa do cinturão das palhas (até 52,1kg.). Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, a paranaense afirmou que a ex-campeã deve vencer algumas lutas antes de se credenciar ao título da divisão. Jéssica iniciou seu reinado na categoria após bater a norte-americana Rose Namajunas no UFC 237, no Rio de Janeiro.

Veja Também

“Todo mundo está esperando que eu enfrente Joanna, mas ela tem que trabalhar e conquistar uma nova oportunidade para lutar pelo cinturão. Quando eu a enfrentei e perdi, eu tive que vencer três combates contra lutadoras bem ranqueadas para conseguir uma nova chance”, afirmou Jéssica.

As atletas se enfrentaram em maio de 2017, pelo UFC 211. Na ocasião, ‘Bate-Estaca’ não conseguiu impor sua estratégia contra a, então imbatível, Joanna. Ao fim de cinco rounds, a polonesa foi declarada vencedora do combate em decisão unânime dos juízes.

Com a derrota, Andrade teve de passar por três grandes desafios até que pudesse lutar novamente pelo título. Ainda em 2017, a brasileira derrotou a compatriota Cláudia Gadelha e, já em 2018, venceu a norte-americana Tecia Torres, além da polonesa Karolina Kowalkiewicz.

“Para me enfrentar, ela tem que fazer o mesmo. Ela tem que vencer algumas lutas, encarar adversárias bem ranqueadas e, caso ela vença, ela poderá me enfrentar”, disse Andrade.

Joanna atualmente figura na quarta posição no ranking das palhas. A última vez que atuou pela divisão, no entanto, foi há quase um ano, quando derrotou Tecia Torres no UFC Calgary. A polonesa, porém, se aventurou na categoria das moscas (até 56,7kg.) para tentar conquistar o cinturão contra Valentina Shevchenko, em dezembro do ano passado, pelo UFC 231. A atleta, porém, foi derrotada em decisão unânime dos juízes.

Jéssica, por fim, relatou quais adversárias podem passar pelo seu caminho em sua primeira defesa de título.

“Acredito que a próxima da fia será a vencedora entre Nina (Ansaroff) e Tatiana (Suarez), ou Michelle Waterson (sétima do ranking). Eu vou esperar. Quando o UFC me chamar, vou estar pronta”, finalizou a campeã.

O desejo de ‘Bate-Estaca’, no entanto, era possibilitar uma revanche imediata a Rose Namajunas, antiga detentora do título. A ex-campeã, porém, logo após o UFC 237, revelou que pretende dar um tempo na carreira e, naquele momento, não desejava a chance de recuperar seu cinturão.

O destino de Jéssica, portanto, é aguardar um anúncio oficial do Ultimate para confirmar sua próxima adversária na organização.

 

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments