Jon Jones reconhece força de Marreta, mas minimiza chance de sofrer nocaute

Campeão meio-pesado afirma ter a noção exata sobre os perigos de enfrentar o brasileiro, mas se diz preparado para o combate

J. Jones (esq.) e T. Marreta (dir.). Foto: Reprodução/YouTube MMA Meltdown

Resta pouco mais de uma semana para o tão aguardado embate entre o campeão dos meio-pesados (até 93kg.) Jon Jones e o brasileiro Thiago Marreta, que acontece em 6 de julho. Com a aproximação da luta, o nervosismo pode tomar conta de alguns atletas, no entanto, não parece ser o caso de Jones. O lutador afirmou que não se intimida pelo tamanho do brasileiro e que sabe exatamente o que fazer para seguir como detentor do cinturão da categoria. As informações foram dadas em entrevista recente de promoção do UFC 239.

Saiba mais

José Aldo espanta rumores de aposentadoria e renova contrato com UFC
Bisping acredita em vitória de Weili Zhang sobre Jéssica Andrade no UFC Shenzhen
Temido no MMA, Francis Ngannou pensa em carreira no boxe no futuro

“Historicamente, ninguém conseguiu me levar a nocaute, porque ninguém foi inteligente o suficiente. Sinto que meu adversário tem a capacidade para fazer isso se eu colocar minhas mãos para trás e deixar que ele bata no meu queixo”, disse Jon. “Não se trata de força, se trata de ser esperto o suficiente para acertar o golpe. Até hoje, ninguém foi esperto o suficiente. Então, não estou preocupado com os músculos dele (Marreta)”, declarou o campeão.

Jones ainda comentou sobre o momento em que vive na carreira após ter superado traumas como os casos de doping que o levaram a suspensões há alguns anos. O atleta vem de uma sequência de lutas impressionantes. Nos últimos sete meses, após o UFC 239, ‘Bones’ terá inteirado sua terceira luta.

“É mais do que gratificante poder ser o campeão meio-pesado do UFC. É um trabalho especial para se ter e eu só quero fazê-lo direito. Sinto que não há muitas coisas para se fazer na vida para ganhar este tipo de dinheiro. Então, meu corpo vai se segurar e vamos seguir até que minhas rodas caiam. Então, estou aqui para continuar dominando e juntando dinheiro para a minha família”, finalizou Jones.

Se derrotar Thiago Marreta, Jon irá completar sua 17ª luta sem derrota. Caso não tivesse sido flagrado em um caso de doping após seu duelo contra Daniel Cormier, em setembro de 2017, o atleta poderia inteirar o 17º triunfo consecutivo.

O brasileiro também vem de uma boa sequência de vitórias. Apesar de ser o azarão para o combate, Marreta está em uma ótima fase na carreira. Em suas últimas 10 conquistas, nove foram por nocaute.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário