Kron Gracie enfrenta Cub Swanson em outubro, diz site

Pelo UFC San Francisco, brasileiro tenta manter sua invencibilidade no MMA e realiza segunda luta desde que assinou contrato com o Ultimate

K. Gracie posa com bandeira do Brasil. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

O peso pena (até 65,7kg.) Kron Gracie está próximo de ser anunciado como um dos atletas que se apresentarão no UFC San Francisco, no dia 12 de outubro, nos Estados Unidos. O brasileiro, que realizou seu debute no Ultimate na vitória sobre Alex Caceres, em fevereiro deste ano, enfrentará o veterano Cub Swanson em duelo que colocará em jogo sua invencibilidade no MMA. A informação foi divulgada pela ‘ESPN’.

Veja Também

Com sete vitórias consecutivas, Elizeu Capoeira enfrenta Li Jingliang em agosto, diz site
Aos 34 anos, Chad Mendes anuncia oficialmente sua aposentadoria do MMA
Adesanya ironiza ajuda de Jones em treinamentos de Whittaker: ‘Precisa de Deus para me derrotar’

Kron, de 30 anos, entrará novamente ao octógono no intuito de continuar evoluindo em sua carreira nas artes marciais mistas, que teve início em dezembro de 2004, e ainda leva consigo a responsabilidade de retomar o legado da família Gracie, conhecida por ter difundido o jiu-jitsu brasileiro para o mundo, além de ser uma das responsáveis pela idealização do que, hoje, é o UFC, com Rorion Gracie, no início da década de 1990.

Nascido no Rio de Janeiro, Kron é filho do lendário Rickson Gracie, prestigiado atleta que atuou no MMA entre os anos de 1980 e 2000 e conhecido por ter se aposentado de forma invicta.

O adversário de Gracie para outubro, apesar de ter muita experiência, não vive um bom momento dentro da companhia. O norte-americano, hoje, não está sequer ranqueado dentro dos penas, mas já viveu tempos melhores, quando enfrentou nomes como Frankie Edgar, hoje desafiante ao título da divisão, Max Holloway, atual campeão, Brian Ortega e Renato Moicano.

Swanson não vence um combate desde abril de 2017. O atleta de 35 anos saiu derrotado em seus últimos quatro compromissos e, caso sofra mais uma derrota, a situação do lutador pode se complicar dentro da organização.

Kron, por sua vez, venceu todas as suas lutas desde que migrou dos torneios de luta agarrada para o MMA. O carioca aguarda o embate para se estabelecer cada vez mais como um possível desafiante ao título no futuro.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário