John Allan desabafa após vitória no UFC Sacramento: ‘Vivendo um sonho’

Brasileiro, que aceitou combate com 12 dias de antecedência, revela experiência de vencer em estreia pelo UFC

J. Allan estreia com vitória no UFC. Foto: Divulgação / Future FC

O brasileiro John Allan não poderia estar mais feliz. Após ser derrotado no ‘Contender Brasil’ (Reality Show do UFC), atleta afirma que não imaginava receber nova oportunidade de atuar pela organização, mas, após aceitar luta de última hora contra Mike Rodriguez e vencer, no último sábado (13), o meio-pesado (até 93kg.) se diz realizado e promete mais conquistas. A declaração foi dada em entrevista ao canal oficial do UFC.

Veja Também

Khabib faz previsão para duelo contra Poirier: ‘Farei o mesmo que fiz com McGregor’
Aljamain Sterling critica Urijah Faber por desafio a Cejudo: ‘Vença um top 10’
Henry Cejudo responde a desafio de Faber: ‘Cuidado com o que deseja’

“Estou realizando um sonho. Lutei há duas semanas, e nocauteei no segundo round. Apareceu essa oportunidade um dia depois e eu abracei com todas as forças. Trabalhei a vida inteira para chegar a esse dia. Eu subi ali (octógono) e, para ele me vencer, teria que me derrubar. Eu estava disposto a tudo”, desabafou o atleta.

O curitibano ainda lembrou de quando teve seus planos frustrados de assinar um contrato profissional com o Ultimate após ser derrotado por Vinícius Mamute no ‘Contender Brasil’. Segundo o brasileiro, suas esperanças de integrar o grupo de atletas do UFC ficaram pequenas após o revés para o compatriota.

“Participei do Contender faz quase um ano, e foi uma derrota muito difícil. Eu tive que me reinventar e dar a volta por cima. Apostei tudo naquela luta e acabei perdendo. Eu ia ficar quase um ano sem lutar, e hoje estou aqui de novo, estreando com vitória no UFC”, disse o lutador, esbanjando felicidade.

Com apenas 12 dias de preparação, Allan revelou que não teve tempo para estudar o jogo de seu oponente. A força de vontade, então, era o fator mais importante para que o atleta saísse vencedor do combate deste final de semana, em que foi declarado vencedor por decisão unânime dos juízes.

“Não tive muito tempo pra estudar o jogo dele. Mas eu estava no gás, e subi para matar ou morrer. Abracei essa oportunidade como a última da minha vida, e graças a Deus, deu certo. Me deixaram chegar, agora, aguenta”, comentou o paranaense.

Com o triunfo, John conquistou sua 14ª vitória como lutador profissional, que também soma cinco reveses. A última derrota de Allan, de 26 anos, aconteceu justamente no ‘Contender Brasil’, em agosto do ano passado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário