Amiga de Cyborg, Valentina Shevchenko elogia Dana White: ‘Comigo, é educado e gentil’

Campeã das moscas afirma que, em função da preparação para o combate deste sábado, não acompanhou a polêmica envolvendo brasileira e o ‘chefão’, mas elogia mandatário

C. Cyborg (esq.) e V. Shevchenko (dir.) posam para foto. Foto: Reprodução/Instagram @bulletvalentina

A campeã das moscas (até 56,7kg.), Valentina Shevchenko, elogiou o mandatário do UFC, Dana White, após as polêmicas envolvendo ele e a brasileira Cris Cyborg. Na ocasião, a curitibana e o presidente do Ultimate trocaram farpas via imprensa e redes sociais quando tentavam entrar em um acordo para uma possível renovação de contrato da ex-campeã das penas (até 65,7kg.). Mesmo sendo acusado de ser desrespeitoso com Cyborg, Valentina elogiou White. A declaração foi feita em entrevista recente ao ‘MMA Fighting’.

Veja Também

Mesmo confiante, Liz Carmouche mantém respeito para luta contra Valentina neste sábado
Com convite em cima da hora, Gilbert Durinho espera boa vitória neste sábado
Após nova derrota pelo título dos penas, Frankie Edgar desce para o peso galo

“Posso dizer que, pelo que sei da Dana White, ele é uma pessoa muito boa; ele é uma pessoa muito educada e gentil. Desde muito cedo, ele sempre se preocupou com os lutadores. Se ele diz, ‘Eu vou cuidar de você’. Você pode ter certeza que ele vai cuidar de você, porque ele está tentando fazer com que a vida dos lutadores no UFC seja boa”, disse a lutadora. “Ele quer que os lutadores do UFC tenham tudo, porque o UFC é a maior organização de artes marciais mistas do mundo. Não é só ele, é todo mundo que está envolvido no UFC; o tratamento dos lutadores é único. Eu não recebi esse tratamento em nenhuma outra organização”, disse Shevchenko.

Sobre Cyborg, a lutadora também mostrou respeito. Considerada uma das melhores atletas femininas de todos os tempos, Cris e Valentina já foram parceiras de treino, o que ajudou a estreitar a relação das duas e fizeram com que anulasse qualquer possibilidade de confronto entre elas no futuro.

“Eu nunca pensei em enfrentar Cyborg, porque nós somos de categorias de peso totalmente diferentes. Nós já treinamos juntas. Sempre a considerei mais como parceira de treinamento e uma amiga. Eu nunca pensei que essa luta um dia pudesse acontecer”, finalizou a campeã.

Neste sábado, Shevchenko irá realizar sua segunda defesa de cinturão. A atleta irá enfrentar uma das duas únicas lutadoras que já a derrotaram. Liz Carmouche irá dividir o octógono com a campeã e tentará se tornar detentora de um título do Ultimate pela primeira vez. O duelo representará a luta principal do UFC Montevidéu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário