Stefan Struve explica decisão de voltar a lutar após anunciar aposentadoria: ‘Precisava descansar’

‘Gigante’ holandês afirma que repensou sobre decisão de pendurar as luvas aos 31 anos; atleta enfrenta Ben Rothwell em dezembro

S. Struve em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Facebook @StefanStruve

O ‘Gigante Holandês’, Stefan Struve está de volta ao MMA após anunciar sua aposentadoria em fevereiro deste ano. O atleta retorna ao octógono para encarar o peso-pesado (até 120,2kg.), Ben Rothwell, no UFC Washington, em 7 de dezembro. Em entrevista recente ao ‘MMA Fighting’ o atleta comentou sobre a expectativa e os motivos que o fizeram retornar às artes marciais mistas.

Veja Também

Fábio Maldonado estreia no RIZIN contra campeão da empresa, em outubro
Caso vença Cerrone, Gaethje só vê dois caminhos para o futuro: ‘Vencedor de Khabib e Tony ou McGregor’
Felder propõe nova luta a Edson Barboza, mas com condição: ‘Quero um combate de cinco rounds’

“Eu só precisava de algum tempo para relaxar e me afastar das lutas. Eu tive uma sequência dura com três derrotas, e antes disso, fiz uma cirurgia no ombro, duas cirurgias nas mãos e lutei várias vezes com lesões, como costelas quebradas”, declarou o atleta.

O holandês explicou, também, que uma das maiores frustrações foi o fato de se colocar na condição de treinamento pesado, mas não conseguir conquistar os resultados favoráveis em suas disputas. Para ele, as derrotas o motivaram a tomar a decisão de se afastar no início do ano.

“Olhando para trás, eu acho que fiquei exausto por todos aqueles anos trabalhando duro e não obtendo os resultados. Gostei do meu tempo livre, trabalhei na minha casa e passei muito tempo com a minha família, dormindo, relaxando e apenas fazendo o que eu queria. E, depois de um tempo, eu estava ficando irritado com isso”, desabafou Stefan.

Uma das motivantes para o combatente retornar ao UFC foi o fato de ter retornado aos treinos, mas sem o compromisso de ter lutas agendadas. O ambiente da academia acabou favorecendo o retorno do atleta.

“Comecei a treinar novamente sem o objetivo de lutar. Sempre gostei de treinar, mas realmente senti falta da sensação que me faz ir mais longe nos treinos. Eu acordava à noite pensando em lutar novamente, e era aí que eu me perguntava: ‘Você tem certeza de que realmente quer se afastar disso?’ Estou feliz por ter tomado a decisão. Me sinto muito bem, estou muito relaxado e a minha mente está clara. Essa é a coisa mais importante na luta”, finalizou o ‘gigante’.

Aos 31 anos, Struve já realizou 40 combates oficiais. Ao todo, o atleta soma 29 vitórias e 11 reveses. Entre os rivais batidos pelo holandês estão os brasileiros Antônio e Marcos ‘Pezão’ e Rodrigo Minotauro.

Rothwell, oponente de Stefan em dezembro, vem de derrota recente para o ex-campeão do UFC, Andrei Arlovski e não atravessa um bom momento dentro da companhia. Aos 37 anos, ele vem de três resultados negativos consecutivos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário