Thiago Pitbull fica doente e não enfrenta Gunnar Nelson no UFC Copenhague

Brasileiro é retirado de embate contra islandês, no fim deste mês, e espera retornar em dezembro ou novembro; Ultimate trabalha para encontrar substituto

T. Alves no UFC Copenhague. Foto: Reprodução Twitter ufc_brasil

O brasileiro Thiago Pitbull está fora do UFC Copenhague. O cearense se adoentou e desfalcará o grupo de lutadores que se apresenta no evento do dia 28 de setembro, na Dinamarca. O cearense enfrentaria Gunnar Nelson no card preliminar do espetáculo. A informação foi divulgada pelo atleta, na tarde desta quinta-feira (12), em sua conta oficial no Instagram. Nelson ainda não tem um substituto escalado.

Veja Também

Glover quer vitória rápida contra Nikita Krylov neste sábado:’ Nocaute ou finalização’
Após bater Romero, Borrachinha afirma que é o atleta mais perigoso dos médios
Gaethje promete espetáculo em duelo contra Cowboy: ‘Alguém vai apagar’

“Notícia triste, pessoal. Infelizmente, devido a uma doença inesperada, eu sou forçado a me retirar da minha luta em Copenhague, 28 de setembro, contra Gunnar Nelson. Tentei tudo o que podia para ficar na luta, mas a minha equipa de médicos não me permitiram. Meu objetivo agora é ficar 100% saudável para que eu possa voltar a fazer o que eu amo. Depois de 4 semanas de tratamento intenso, eu devo estar de volta ao trabalho. Novembro ou Dezembro o Pitbull estará de volta”, escreveu o lutador.

Não será dessa vez que Pitbull terá a oportunidade de se recuperar do revés sofrido, no mês de maio, para Laureano Staropoli. Na ocasião, o brasileiro foi derrotado na decisão unânime dos juízes, após não conseguir impor seu jogo e ser dominado pelo adversário por três rounds.

Seu último revés decretou a má fase de Thiago na organização. Em seus últimos 10 compromissos pelo UFC, Pitbull sofreu seis reveses e conquistou apenas quatro triunfos. Seu último resultado positivo aconteceu em fevereiro deste ano, quando o atleta de Fortaleza (CE) conseguiu superar Max Griffin na decisão unânime dos juízes.

O auge da carreira do lutador de 35 anos aconteceu em 2009, quando Thiago teve a oportunidade de encarar o lendário Georges St-Pierre em duelo válido pelo título dos meio-médios (até 77kg.). Na ocasião, o cearense acabou perdendo na decisão unânime dos juízes.

Gunnar Nelson também busca redenção dentro da empresa. O islandês vem de derrota para Leon Edwars, ocorrida em março deste ano e busca retomar o caminho das vitórias. A melhor fase da carreira de Nelson, de 31, foi entre 2007 a 2014, quando, o lutador conseguiu emplacar uma sequência invicta de 13 vitórias. O primeiro resultado negativo de sua vida no MMA aconteceu em outubro de 2014, quando Gunnar foi batido por Rick Story na decisão unânime dos juízes.

Em sua carreira profissional, Nelson coleciona batalhas contra os brasileiros Demian Maia, Alex Cowboy e o argentino, Santiago Ponzinibbio.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments