Dana White confirma card em janeiro, em Las Vegas, mas não garante McGregor: ‘Ainda não está certo’

Presidente da empresa garante negociação para retorno do irlandês ao octógono, mas não crava presença de Conor, como declarado pelo ex-campeão

D. White em entrevista. Foto: Reprodução/YouTube UFC

A novela que envolve a negociação do Ultimate para o retorno de Conor McGregor parece estar próxima do fim, mas ainda não está finalizada. Após o irlandês confirmar, na última semana, que voltaria atuar em janeiro de 2020, em Las Vegas, o presidente da empresa, Dana White, tratou de acalmar os ânimos e disse que as conversas ainda estão acontecendo. A declaração foi feita em entrevista ao ‘The Schmo’.

Veja Também

Empresário de Borrachinha confirma lesão do atleta e diz que brasileiro só retorna em abril
Com Borrachinha machucado, Gastelum quer vitória neste sábado para desafiar Adesanya: ‘Aquele cinturão é meu’
Vicente Luque se empolga para luta contra Stephen Thompson neste sábado: ‘Vai ter muita ação’

“Sim, nós teremos um card em Las Vegas, mas temos que acertar tudo ainda. A luta (de Conor) ainda não está certa, entende?”, disse o mandatário.

Conor anunciou seu retorno ao MMA em uma coletiva de imprensa realizada na Rússia. Na ocasião, o irlandês fez questão de afirmar que está pronto para voltar a lutar. O atleta ainda criticou a organização do UFC por, segundo o ex-campeão, estar atrasando sua volta ao octógono.

McGregor não é visto por seus fãs em um combate profissional desde sua derrota para Khabib Nurmagomedov, ocorrida em outubro do ano passado, pelo UFC 229, em peleja válida pelo cinturão dos leves (até 70,3kg.). Na oportunidade, o ‘Notório’ acabou sucumbindo ao talento do russo, e foi finalizado em um dos confrontos mais assistidos da história do MMA.

Na mesma coletiva, Conor afirmou que não revelaria o adversário com quem dividirá o octógono em Vegas. O lutador preferiu deixar a responsabilidade para a companhia.

Mesmo sem cravar o oponente, uma declaração recente de Donald Cerrone ao ‘TMZ Sports’ fez com que se imaginasse a possibilidade de o norte-americano enfrentar o irlandês. Segundo o ‘Cowboy’, seus assessores e os de McGregor estariam em conversas para confirmar o confronto para janeiro.

Com 31 anos de idade, hoje, Conor é dono de um cartel com 25 lutas, 21 vitórias e quatro derrotas. O irlandês tem no currículo dois cinturões de divisões diferentes: dos penas (até 65,7kg.) e leves (até 70,3kg.).

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments