Blachowicz pretende aguardar confronto entre Jones e Reyes para lutar pelo cinturão: ‘Sem problema’

Após vencer Ronaldo Jacaré no UFC São Paulo, meio-pesado quer disputa do título e não se incomoda em esperar

J. Blachowicz em coletiva após o UFC São Paulo. Foto: Reprodução/YouTube UFC

O polonês Jan Blachowicz passou por uma verdadeira prova de fogo no último sábado (16), pelo UFC São Paulo, quando encarou Ronaldo Jacaré na estreia do brasileiro na divisão dos meio-pesados (até 93kg.). Após um combate sem emoções, Jan acabou saindo vencedor na decisão majoritária dos juízes e, em coletiva após o espetáculo, com a presença do SUPER LUTAS, afirmou que aguardará o vencedor do combate entre Jon Jones e Dominick Reyes para pedir uma luta pelo cinturão.

Saiba mais

Com 180 kg, ‘Hulk Iraniano’ assina contrato e vai se apresentar em evento de boxe sem luvas
Mesmo vencendo a primeira luta pelo Ultimate, Ariane Lipski revela mágoa com vaias do público: ‘Muito triste’
Após bater Barão, D’Silva diz lamentar má fase do brasileiro: ‘Preferia ter enfrentado outro oponente’

“Vou esperar por Dominick Reyes ou Jon Jones. Sem problemas. Vou esperar qualquer um dos dois para o UFC deixá-los lutar comigo”, declarou Blachowicz.

Ao aceitar enfrentar Jacaré, o polonês acabou assumindo um grande risco. Na sexta posição do ranking e na linha de frente para uma disputa de cinturão, encarar um oponente de alto nível, que estava migrando de categoria e não estava sequer ranqueado poderia ser fatal para a carreira do atleta. Caso saísse derrotado, Jan poderia dar lugar ao brasileiro e automaticamente cair alguma posição no grupo.

Assim que venceu o capixaba, Jan respirou aliviado e pôde, enfim, dar seguimento ao seu sonho de tentar ostentar um cinturão do Ultimate. Para isso, o atleta precisa continuar vencendo e, em seu pensamento, atuar contra adversários bem posicionados é o caminho para o sucesso na divisão.

“Eu quero alguém do topo (para o próximo desafio). Talvez uma luta pelo cinturão. Por que não? Estou pronto. Me dê a luta. Me dê a disputa pelo cinturão, porque eu não tenho muito tempo. Talvez em três anos vou estar aposentado. É agora ou nunca”, disparou o polonês.

Em fevereiro do ano que vem, Blachowicz completará 37 anos. O atleta, que iniciou como profissional no MMA em 2007, tem 33 lutas, 25 vitórias e oito derrotas. O combatente vem de dois resultados positivos em sequência; em ambas bateu oponentes que subiam da divisão dos médios (até 83,9kg.). Sua última derrota aconteceu em fevereiro deste ano, quando foi duramente nocauteado pelo brasileiro e ex-desafiante ao cinturão, Thiago Marreta.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário