Em grande fase, Glover quer luta contra Anthony Smith para se aproximar de cinturão

Brasileiro e norte-americano já declararam publicamente a vontade de realizar combate; os dois seguem na caça do título dos meio-pesados

G. Teixeira em pesagem pelo UFC. Foto: Reprodução/Facebook UFC

O brasileiro Glover Teixeira viveu um período mágico em 2019. Com três lutas e sem derrotas, o mineiro retomou a boa fase na carreira, que foi coroada com um desafio feito pelo ex-desafiante ao título dos meio-pesados (até 93kg.), Anthony Smith, atual terceiro colocado no ranking. Empolgado com a oportunidade de enfrentar um adversário da elite da divisão, o atleta vê no confronto uma chance de se aproximar de uma nova disputa de cinturão. Em entrevista ao ‘Ag.Fight’, Glover falou sobre o assunto.

Veja Também

Masvidal se diz aberto para enfrentar St.Pierre: ‘Quero quebrar a cara dele’
Cigano fala sobre retorno ao octógono após grave lesão: ‘Um choque de adrenalina’
Após confirmação de luta, Durinho esbanja respeito a Demian Maia: ‘Vou honrar a oportunidade’

“Vejo como um duelo duríssimo e também tenho que olhar para o ranking. Ele é o número três do mundo. Eu quero chegar a lutar pelo cinturão ainda esse ano (2020) e é uma ótima luta para mim. Tenho que ir lá, ganhar e entrar no radar de lutar pelo título de novo. Ele tem um gás e jiu-jitsu bons, finalizou o (Alexander) Gustafsson agora (junho de 2019). Mas acredito que, se pressioná-lo, a luta vai ser minha”, declarou Teixeira.

Segundo o lutador de Sobrália (MG), já houve acordo entre os combatentes para que o duelo fosse realizado. O impasse, porém, é encontrar um local e uma data para que a empresa possa confirmar o duelo. Glover havia sugerido que eles atuasse no UFC Brasília, que acontece em 14 de novembro, no entanto, Smith prontamente negou a proposta, afirmando que um combate em território tupiniquim favoreceria o mineiro.

Mesmo com a negativa sobre o combate no Brasil, Teixeira se mantém animado para que a luta seja oficializada pelo Ultimate. A vontade de encarar Anthony é maior e independe do lugar.

“De boca, está tudo certo. Nós dois aceitamos. Agora, só precisa do UFC marcar. Não sei o que falta para marcar a data. Talvez estejam procurando um lugar. Só sei que o Anthony Smith quer lutar. falamos com o ‘matchmaker’ (responsável por acertar os duelos) e está tudo certo também. Falta essa resposta deles. Estamos programando para março ou abril. Essa é a data que está na minha cabeça. Mas qualquer hora, qualquer lugar a gente marca essa luta e vamos sair na porrada”, finalizou o brasileiro.

Uma vitória sobre Smith pode reaproximar Glover de uma nova disputa pelo título da categoria. O atleta teve uma chance de se tornar o número um do mundo em 2014, pelo UFC 172, quando acabou superado por Jon Jones na decisão unânime dos juízes.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments