Jon Jones confirma torcida para Donald Cerrone no UFC 246 | SUPER LUTAS

Jon Jones confirma torcida para Donald Cerrone no UFC 246

Campeão meio-pesado não arrisca resultado, mas gostaria que ex-companheiro de treinos derrotasse Conor McGregor

J. Jones (foto) admite torcida para D. Cerrone no UFC 246. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

É impossível prever o que acontecerá na luta principal do UFC 246, neste sábado (18), quando Conor McGregor retorna ao octógono após mais de um ano de inatividade para encarar Donald Cerrone. No entanto, o norte-americano ganhou uma torcida de peso para o confronto. Em entrevista ao ‘BT Sport’, o campeão dos meio-pesados (até 93kg.) declarou sua torcida ao ‘Cowboy’, mas não arriscou um palpite sobre o resultado final.

Veja Também

“Estou muito feliz por ‘Cowboy’ Cerrone, sendo um atleta de Albuquerque (EUA), por ter essa grande oportunidade. Cowboy e eu sempre vamos ter uma conexão, então, estou torcendo para ele”, afirmou ‘Bones’.

Jones, no entanto, aproveitou a oportunidade para elogiar o rival do norte-americano para este final de semana. O campeão meio-pesado afirmou que respeita McGregor pelos serviços prestados durante todo o tempo em que trabalha para o UFC.

“Ao mesmo tempo, temos Conor McGregor. Eu amo tudo o que ele tem feito pelo esporte. Um grande negociador, e ele trouxe muita conscientização para nosso esporte”, disse Jon.

Ao fim, quando perguntado sobre quem sairia vencedor do aguardado confronto, o campeão preferiu se manter ‘em cima do muro’. Ciente de que os fãs de MMA terão um grande espetáculo, ‘Bones’ se limitou a uma resposta cordial para ambos os lados.

“Que o melhor homem vença”, finalizou.

Enquanto permanece na torcida por Donald, Jones se prepara para realizar mais uma defesa de cinturão. O norte-americano irá enfrentar Dominick Reyes na luta principal do UFC 247, em 9 de fevereiro, em Houston, nos Estados Unidos.

Esta será a terceira defesa de título de Jon depois de ter perdido o cinturão após ser flagrado em um exame antidoping. O atleta conquistou o posto de número um depois de bater Alexander Gustafsson na luta principal do UFC 232. O atleta vem de vitórias sobre Anthony Smith e Thiago Marreta.

 

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments