Derrotado por McGregor, Cerrone recebe seis meses de suspensão médica

Com fratura no nariz e osso orbital, norte-americano tem duro gancho e fica fora de ação até o fim do primeiro semestre de 2020

McGregor (dir.) acerta chute em Cerrone (esq.). Foto: Reprodução / Facebook @ufc

Acostumado a estar à disposição do Ultimate para integrar um card da empresa, Donald Cerrone ficará impossibilitado de fazer o que mais gosta por um tempo. Após a dura derrota para Conor McGregor, no UFC 246, o norte-americano acabou suspenso por seis meses pela Comissão Atlética de Nevada e deverá ficar afastado do MMA até que se recupere de fraturas no nariz e no osso orbital. A divulgação foi feita pela própria entidade.

Veja Também

Vitória sobre Cerrone coloca McGregor oficialmente no ranking dos meio-médios
Após ‘show’ no UFC 246, saiba o que Conor McGregor pode esperar para o futuro
Joseph Benavidez espera disputa de cinturão emocionante contra Deiveson Figueiredo

No combate contra o irlandês, Cerrone pouco pôde fazer, já que McGregor esteve tão agressivo, que liquidou a fatura com um nocaute em apenas 40 segundos de luta.

O tempo de afastamento, no entanto, pode ser benéfico ao ‘Cowboy’, que teve uma agenda movimentada em 2019, tendo atuado em quatro oportunidade. Ao todo, Donald venceu duas e saiu derrotado no restante.

Na coletiva que precedeu o espetáculo ocorrido no último dia 18, Cerrone afirmou aos jornalistas que tiraria um tempo de férias após o UFC 246. Com a definição da suspensão, o atleta acaba por ter um prazo estipulado de quando pode retornar ao octógono. Donald poderá ser visto em ação a partir de 17 de junho, quando se encerra o período de afastamento.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments