Jon Jones responde provocação de Adesanya e projeta luta contra Miocic após UFC 247

Campeão meio-pesado desdenha de número um dos médios e afirma que pode atuar nos pesados, caso vença Dominick Reyes no UFC 247, neste sábado

J. Jones segue como campeão do UFC. Foto: Reprodução/Facebook UFC

O campeão meio-pesado (até 93kg.), Jon Jones está próximo de realizar mais uma defesa de cinturão, neste sábado (8), pelo UFC 247, no entanto, o atleta já enxerga à frente seus próximos desafios. Em entrevista ao ‘MMA Fighting’,  o norte-americano respondeu às provocações de Israel Adesanya e empolgou os fãs ao admitir que pode lutar pelo título dos pesados, caso vença Dominick Reyes neste final de semana.

Veja Também

Petr Yan afirma que gostaria de enfrentar TJ Dillashaw quando suspensão de atleta for encerrada
Após declaração contra Covington, ‘falastrão’ desafia 50 Cent para luta de boxe
Empresário de McGregor destaca irlandês em melhor momento da vida entre os meio-médios

“A sua elegância é empolgante para os fãs dele (Israel), mas conheço mil pessoas como ele.  Eu cresci com pessoas como ele. Ele não me impressiona da forma como impressiona todos os outros”, afirmou ‘Bones’ ao falar sobre o campeão dos médios (até 93,9kg.).

A fala de Jon veio em resposta a uma entrevista recente concedida por Adesanya, quando o nigeriano afirmou que enfrentaria ‘Bones’ mesmo que o norte-americano esteja atuando pelos pesados. No entanto, Jones afirmou que o rival está apenas encontrando desculpas para adiar o confronto.

“Ele está com medo. É só isso. Quando ele diz que você tem que respeitar o jogo ou o jogo vai te humilhar, ele está falando em não lutar comigo agora ou eu batendo no traseiro dele porque ele está assustado. Quando você deixa um lutador como eu saber que você não está preparado para lutar comigo hoje e precisa de um ano para se preparar, dá para saber seu estado mental”, disparou o norte-americano.

Segundo o campeão dos meio-pesados, Israel está traçando uma estratégia imaginando que Jon não terá o mesmo alto rendimento em um ano como teve há anos. Jones, porém, afirmou que está se preparando a cada dia para aumentar suas qualidades no esporte e ainda não atingiu o ápice de sua carreira.

“Se ele sente que não foi preparado para o desafio agora, se ele honestamente pensa que eu vou ser de alguma forma uma versão mais fraca de mim mesmo no próximo ano, ele está muito enganado.  Só agora estou descobrindo campos de treinamento e descobrindo diferentes formas de cura, recuperação e todas essas coisas. Meus companheiros de equipe estão ficando mais fortes. Sou apenas uma faixa roxa no jiu-jitsu”, afirmou.

Jon também comentou sobre a possibilidade de atuar pelo título dos pesados contra Stipe Miocic. O atleta tem mantido viva a expectativa de se testar na divisão de cima e, caso derrote Dominick, este pode ser o destino do norte-americano.

É definitivamente uma possibilidade (enfrentar Miocic). Uma coisa eu sei com certeza:  subir até o peso pesado me inspiraria em um nível diferente, só porque haveria tantos elementos com os quais eu não estou familiarizado”, afirmou.

Mesmo com a possibilidade sobre um novo desafio na carreira, Jon afirmou que não estranharia dividir o octógono contra oponentes maiores e, teoricamente, mais fortes.

“Tenho lidado contra pesos pesados toda a minha vida. O meu irmão é um dos melhores pesos-pesados da história do wrestling do estado de Nova York. Eu lutava com ele todos os dias. Eu costumava treinar com Travis Browne, Andrei Arlovski e muitos outros grandes pesos-pesados durante anos. Me muito confortável indo contra tipos que são maiores e mais fortes do que eu”, finalizou.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments