Fábio Maldonado admite negociações para atuar no ‘boxe sem luvas’

Ex-UFC, brasileiro de 39 anos confirma planos de se aposentar em breve, mas antes, pretende se apresentar no ‘Bare Knuckle FC’ e realizar mais lutas no MMA

F. Maldonado confirma planos de atuar no boxe sem luvas. Foto: Reprodução/Instagram @fabiomaldonado2017

O brasileiro Fábio Maldonado pode ser mais um brasileiro a integrar o grupo de lutadores do ‘Bare Knuclke FC’. Depois da contratação de Thiago Pitbull, mais um ex-UFC pode ser visto, em breve, atuando na organização. A informação foi confirmada pelo próprio ‘Caipira de Aço’, que, em entrevista ao ‘Ag.Fight’, admitiu estar próximo da aposentadoria, mas ainda confirmou planos para apresentações em 2020, quando completa 40 anos.

Veja Também

Alex Cowboy visualiza vitória no UFC 248 para não correr riscos de demissão: ‘Não posso dar mole’
Dana White confirma revanche entre Joseph Benavidez e Deiveson Figueiredo por cinturão dos moscas
Mesmo nocauteado, Benavidez embolsa quase R$ 900 mil e leva maior salário do UFC Norfolk

“Agora tem muita coisa pela frente. Tem o Bare Knuckle FC, que estamos discutindo um valor, adversário; mais lutas de MMA aparecendo, luta de boxe com luvas também. Eu vivo disso. Não escolho lutas. Preferia um grande desafio de boxe com luvas, mas tenho que pegar o que aparece. Bom que não estou machucado. Tomo minhas precauções”, afirmou o brasileiro.

Atualmente com 39 anos, Maldonado, que hoje está com 39 anos, no entanto admitiu que não pretende prolongar sua carreira como lutador por muito tempo. O combatente, que soma 39 apresentações profissionais no MMA , afirmou estudar eventualmente os planos de pendurar as luvas.

“Penso nisso (aposentadoria) todo dia. Queria lutar até morrer, mas não é possível. Então, temos que parar em algum momento. Não somos de ferro e acho que no fim desse ano eu paro. Em dezembro, penduro as luvas. É o que acho no momento, posso mudar de ideia no meio do ano. Queria lutar umas seis vezes esse ano e parar”, declarou Fábio.

O ‘Caipira de Aço’ atuou no UFC entre 2010 e 2015. Pela organização, o lutador de Sorocaba (SP) disputou 11  lutas, vencendo cinco e perdendo em seis ocasiões.

Um dos pontos altos da carreira de Fábio, no entanto, aconteceu fora do Ultimate. Em junho de 2016, o paulista enfrentou o lendário Fedor Emelianenko pelo EFN (Elite Fight Night) 50, na Rússia. Na ocasião, o brasileiro conseguiu fazer frente ao peso-pesado, mas acabou sendo declarado derrotado na decisão dividida dos juízes. O resultado, na época, foi bastante criticado por fãs e membros da imprensa especializada.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário