Vídeo: Em meio à pandemia, Zuluzinho participa de torneio de 'tapa na cara', na Rússia | SUPER LUTAS

Vídeo: Em meio à pandemia, Zuluzinho participa de torneio de ‘tapa na cara’, na Rússia

Filho do lendário ‘Rei Zulu’, brasileiro faz apresentação sem restrição de distância mesmo em tempos de preocupação com o coronavírus

Zuluzinho participa de torneio de tapas na cara na Rússia. Foto: Reprodução/Instagram @zuluzinho.martins

Inusitado. Em meio a tantos cancelamentos de espetáculos – esportivos ou não -, em função da pandemia do coronavírus (COVID-19), há quem opte por ignorar as medidas preventivas para reduzir a curva de contágio da doença e se apresente em eventos públicos. Este foi o caso de Wagner da Conceição Martins, o ‘Zuluzinho’. Conhecido no mundo do MMA por seu porte físico avantajado, o brasileiro foi filmado participando de um concurso de ‘tapa na cara’ na Rússia.

Veja Também

Filho do lendário ‘Rei Zulu’, responsável por diversas apresentações de ‘vale tudo’ nas décadas de 1980, 1990 e 2000, ‘Zuluzinho’ ignorou os pedidos de isolamento social e foi um dos protagonistas de uma das edições de uma tradicional competição no país.

Com um prêmio de 150 mil rublos russos (aproximadamente R$10 mil) em jogo, o lutador enfrentou Vasily Kamotsky, conhecido como ‘O Campeão dos Tapas’. Na modalidade, os participantes devem desferir os golpes, em rodadas alternadas, com a maior força possível no rosto e perde quem desistir.

Os dois atletas deram o melhor, mas acabaram optando por dividir a quantia e declararem o empate na ‘luta’. Então, cada um deixou o programa com aproximadamente R$5 mil.

Ao fim da apresentação, o atleta agradeceu à organização e afirmou que gostaria de participar novamente no futuro.

“Eu gostaria de participar mais uma vez. Não é o meu melhor, porque meu MMA é melhor. Eu gosto de lutar. É um grande esporte, bem assistido no Brasil todo. É um prazer estar competindo com uma grande lenda, com um cara que é campeão do ‘tapa na cara’.

Aos 41 anos, ‘Zuluzinho’ tem 22 lutas como profissional no MMA. Com 12 vitórias, nove derrotas e uma luta sem resultado, esta foi a primeira vez que o maranhense disputou este tipo de modalidade.

O ápice da carreira do brasileiro aconteceu em 2005, quando esteve frente a frente com Fedor Emelianenko. Considerado um dos melhores pesos pesados da história das artes marciais mistas, o russo precisou de apenas 26 segundos para nocautear o brasileiro, no PRIDE.

‘Zuluzinho’ também traz no cartel uma luta contra Rodrigo Minotauro, para quem perdeu em 2006 por finalização no primeiro round.

Veja a participação de ‘Zuluzinho’ no torneio de ‘tapa na cara’

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments