Santiago Ponzinibbio desafia Rafael dos Anjos para luta no UFC: ‘Quero bater nele tem tempo’

Sem lutar desde 2018, argentino pede luta contra ex-campeão dos leves para retornar à elite dos meio-médios

S. Ponzinibbio (foto) pede luta contra R. Dos Anjos. Foto: Reprodução/Facebook ufcbrasil

O argentino Santiago Ponzinibbio está realmente disposto a recuperar o tempo perdido na carreira. Sem lutar desde novembro de 2018, em função de lesões, o meio-médio (até 77kg.) voltou a pedir uma luta contra o ex-campeão dos leves (até 70,3kg.), Rafael dos Anjos, para os próximos eventos do UFC. O desafio foi feito em entrevista ao ‘Ag.Fight’.

Veja Também

Morto em 2016, Kevin Randleman é incluído no Hall da Fama do UFC
Vídeo: Após nova vitória pelo UFC, Vicente Luque pede luta contra Anthony Pettis: ‘Faria sentido’
Empresário de Cejudo não acredita em aposentadoria de cliente: ‘Deve lutar no verão’

Essa pandemia atrasou tudo, mas estou com muita vontade de lutar logo. Mas já estou falando com o UFC, tem uns nomes. Na verdade só estou esperando o ‘RDA’ (Rafael dos Anjos) confirmar a luta. Ele vai ter que aceitar. Aceitando, eu luto com ele nesse próximo evento. Ele fala no ‘Twitter’ para mim que quer lutar, mas acho que está correndo. Só falar que ele quer, que isso vai acontecer. Não estou treinando muito, mas não preciso nem treinar para bater no ‘RDA’. Se ele topar a luta, vou meter a porrada nele mesmo sem treinar”, disse o argentino.

Embora Dos Anjos não seja a primeira opção para Santiago, Ponzinibbio fez questão de afirmar que o desejo de enfrentar Rafael é antigo. Os atletas tem um histórico de provocações nas redes sociais, mas o confronto nunca saiu do papel.

“Eu queria lutar com o Tyron (Woodley), mas ele vai enfrentar o (Gilbert) Durinho agora. Mas tem o ‘RDA’, que é um ex-campeão do UFC e quero bater nele faz tempo. Só estou esperando ele aceitar”, disparou.

Mesmo sem atuar há mais de um ano, o histórico de Ponzinibbio no Ultimate é convincente. O meio-médio não perde desde junho de 2015 e garantiu que, mesmo com o hiato na carreira, voltará para conquistar o cinturão, que hoje pertence a Kamaru Usman.

“Eu não vou voltar igual, vou voltar muito melhor. Estou com muita vontade de lutar e isso é muito importante. Esse psicológico. Estou louco para voltar, bater em alguém, e pegar meu título. Estou 100% que vou ser campeão do mundo. Acho que vai ter uns dois, três caras para pegar essa chance. Vou voltar melhor do que nunca”, finalizou.

Apesar de não viver uma boa fase na carreira, Dos Anjos, hoje, ocupa a nona posição entre os meio-médios. Uma vitória sobre o brasileiro colocaria o argentino de volta ao ranking do qual foi retirado por sua inatividade.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments