Após ‘perder’ cinturão, Cejudo agradece ao UFC e confirma: ‘Foi uma viagem maravilhosa’

Depois de anunciar desejo de pendurar as luvas e ser retirado do posto de campeão dos galos, atleta faz publicação consciente e tranquila sobre atual situação

H. Cejudo (dir.) agradece a D. White (esq.) após anunciar aposentadoria, ainda no octógono. Foto: Reprodução/Twitter @HenryCejudo

No início desta semana, os fãs de MMA acabaram surpreendidos com a notícia de que Henry Cejudo foi oficialmente destituído do posto de campeão dos galos (até 61,2kg.) do UFC. A diretoria tomou a atitude depois que o norte-americano anunciou, após defender seu título contra Dominick Cruz, em 9 de maio, sua aposentadoria do esporte. Ao tomar conhecimento da atitude da organização em retirá-lo do ranking oficial, o ‘Triplo C’ fez uma publicação de agradecimento nas redes sociais.

Veja Também

Adesanya chama Borrachinha de ‘macaco dopado’ e promete calar brasileiro em disputa de cinturão
José Aldo encara Petr Yan pelo cinturão vago dos pesos galos do UFC
McGregor faz lista de melhores da história do MMA e se coloca em segundo

“Obrigado pelas experiências maravilhosas, Dana White. Serei grato para sempre. Obrigado por apostar em mim no esporte em que muitas pessoas pensavam que eu não teria sucesso. A todos os meus treinadores e fãs, foi uma viagem maravilhosa. Triplo C está fora. Aposentado no topo”, escreveu o norte-americano em sua conta no ‘Twitter’.

Desde que conquistou seu primeiro cinturão pelo Ultimate, em 2018, Cejudo deixou claro que seu maior sonho no esporte era fazer história ao bater lendas da modalidade. Em cinco anos atuando pelo UFC, Henry, de fato, conseguiu deixar sua marca ao conquistar dois títulos em divisões distintas, defendê-los e bater nomes como Demetrious Johnson, TJ Dillashaw e Cruz, seu último rival.

A decisão de pendurar as luvas, segundo palavras do ex-lutador, veio após muita reflexão sobre os esforços de uma vida dedicada às competições. Atleta nato, Henry chegou ao topo do mundo pela primeira vez em 2008, quando conquistou para os Estados Unidos a medalha de ouro olímpica na modalidade de wrestling, em Pequim (China). Para isso, foram necessários anos de dedicação total,abrindo mão de muitos prazeres para chegar à perfeição. Agora, então, é o momento de descansar, aos 33 anos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments