Próximo de volta ao octógono, Marreta garante que foco não é revanche com Jones: ‘Quero ser campeão’

Sem lutar há mais de um ano por conta de lesões, brasileiro garante retornar forte para retomar condição de desafiante ao título dos meio-pesados

Um dos xodós brasileiros do Ultimate, Thiago Marreta está próximo de seu retorno ao octógono. Após passar mais de um ano afastado do esporte por se recuperar de lesões nos joelhos, o atleta se prepara para voltar à organização e pretende reassumir a condição de desafiante ao cinturão dos meio-pesados (até 93kg.). Em entrevista exclusiva ao canal do YouTube do SUPER LUTAS, Marreta falou sobre suas ambições para o futuro dentro da empresa e o sonho do título.

Veja Também

Curtis Blaydes explica estratégia para bater Alexander Volkov neste sábado
Petr Yan promete nocaute em José Aldo na disputa do título dos galos, no UFC 251
Volkanovski sugere subir de categoria para encarar Khabib: ‘Um dos melhores’

Thiago se lesionou durante o maior desafio de sua carreira, quando encarou Jon Jones pelo cinturão da categoria, em junho do ano passado. Mesmo fora das condições ideais para o duelo, o brasileiro conseguiu promover uma verdadeira batalha contra um dos melhores atletas da história do esporte, sendo derrotado na decisão dividida dos juízes.

Pronto para voltar

Após o confronto, foi constatado que Marreta havia rompido todos os ligamentos do joelho direito ainda no início da disputa. O lutador, então, precisou passar por um procedimento cirúrgico ficaria mais de seis meses fora de ação. Após um longo processo de recuperação, o brasileiro, agora, aguarda o contrato para o novo compromisso.

“Meu empresário entrou em contato com o UFC comunicando que eu já estou em condições de voltar a lutar. Agora, a gente está aguardando um nome e quando. Eles ainda não mandaram de volta as opções. A gente está no aguardo”, contou Thiago.

Próximo compromisso

Sem escolher adversário, Marreta tem apenas uma exigência para a luta que marcará sua volta ao octógono. O combatente da Cidade de Deus (RJ) quer que seu adversário seja um rival da elite da categoria para que assim possa provar que está em condições de disputar o título em breve.

“Qualquer um do top 5. Claro que eu sempre olho para cima. Então, com certeza, eu queria voltar contra o Jones ou o Dominick Reyes, mas a gente não sabe o que vai acontecer. Não depende da gente. Se não forem esses caras, quero que seja alguém do top 5”, explicou.

Revanche contra Jones: obsessão?

Atualmente na segunda posição no ranking dos meio-pesados e conhecido por ser um dos atletas que mais se aproximaram de encerrar o reinado do lutador mais vitorioso da história da categoria, Thiago garante que seu foco não é uma revanche contra Jones propriamente dita. Embora pense em uma desforra contra o norte-americano, Marreta explica que seu plano vai além de bater uma lenda do esporte.

“É uma luta que todo mundo quer ver. Eu também quero ver o que acontece, eu estando bem, com meus joelhos bons. Mas não é nada pessoal. Isso vem em segundo plano. Meu objetivo é me tornar campeão do UFC e, em segundo plano, claro, vem uma segunda luta com o Jones”, disse o brasileiro.

Atualmente com 36 anos, Marreta estreou no MMA em dezembro de 2010. O atleta, hoje, soma 21 vitórias, sete derrotas em 28 apresentações como profissional no esporte.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments