Petr Yan promete nocaute em José Aldo na disputa do título dos galos, no UFC 251

Em grande fase na carreira, russo acredita ter as armas para impedir que manauara saia vencedor do confronto que acontece em 11 de julho

P. Yan (esq.) encara J. Aldo (dir.) pelo cinturão dos galos. Foto: Montagem SUPER LUTAS. / MMA Press

Após a aposentadoria do antigo campeão dos galos (até 61,2kg.), Henry Cejudo, Petr Yan recebeu a aguardada oportunidade de disputar o título da categoria. No UFC 251, que acontece em 11 de julho, na ‘Ilha da Luta’, o russo mostra confiança ao falar do oponente, José Aldo, que foi o escolhido para completar o desafio.

Veja Também

Volkanovski sugere subir de categoria para encarar Khabib: ‘Um dos melhores’
Com brasileiros disputando cinturões, UFC divulga cards da ‘Ilha da Luta’ para julho
Vídeo: Jon Jones vira obstáculo humano para manobra de astro do ‘Jackass’

“Honestamente, não acredito que a luta durará os cinco rounds, mas estarei preparado para lutar cinco rounds, e acho que me sentirei bem. Já fiz isso antes e me saí bem. Acho que a luta vai ser muito interessante e competitiva, porque há um cinturão, além de muito mais em jogo. Nenhum de nós vai recuar. Acredito e espero que eu conquiste o cinturão. Vou nocauteá-lo e depois apertarei a sua mão”, premeditou Petr, em entrevista ao ‘RT.com’.

Profissional no MMA desde março de 2013, Yan, de 27 anos, conhece bem o desafio que está prestes a enfrentar. Ciente dos perigos de encarar um dos nomes mais vitoriosos do Ultimate nos últimos anos, o russo já treinou com Aldo no passado e garante trazer os conhecimentos necessários para derrotar o manauara.

“Fiz parte do camp (período de treinamento) dele por 40 dias durante a preparação para enfrentar Frankie Edgar no UFC 200 (em 2016). Nós costumávamos fazer sparring, wrestling e jiu-jítsu. José Aldo e André Pederneiras (líder da academia ‘Nova União’) me deram um ingresso para o UFC 198 (em 2016), em Curitiba (PR). Eu estava lá, no meio do público. Eu ganhei experiência desde aquela época, tenho mais habilidades do que antes. Não diria que ele melhorou de lá para cá. Pode ser o mesmo, mas, com certeza, não está melhor”, afirmou Yan.

Em 11 de julho, o ‘Campeão do Povo’ irá para a sua segunda apresentação desde que migrou para a divisão dos galos. Em sua luta de estreia, em dezembro do ano passado, o manauara surpreendeu ao conseguir bater o peso da categoria, atuou de forma convincente, mas acabou derrotado por Marlon Moraes na decisão dividida dos juízes.

A boa condição de Aldo, no entanto, chamou a atenção da diretoria do Ultimate, que acabou por promovê-lo, mesmo vindo de um resultado negativo, como desafiante ao cinturão da divisão.

Petr também se apresentou no UFC 245, quando dominou e bateu, por nocaute, o veterano Urijah Faber. O triunfo marcou a 9ª vitória em sequência do russo, que tem apenas uma derrota na carreira em 15 combates no MMA profissional.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments