Após assinar com Barão, Taura MMA contrata mais três atletas com passagem pelo UFC

Organização segue investindo pesado em combatentes brasileiros, que se unem a Renan, Antônio Pezão, William Patolino e companhia

G. Tibau é mais um dos representantes brasileiros do Taura MMA. Foto: Reprodução/Instagram gleisontibau_official

O Taura MMA segue investindo pesado na contratação de estrelas brasileiras para somarem na organização. Após anunciar Antônio Pezão, William Patolino, Rousimar ‘Toquinho’ e o ex-campeão dos galos do UFC, Renan Barão, a empresa, agora, conta com mais três tupiniquins em seu recheado grupo de atletas. Com passagens pelo Ultimate, Gleison Tibau, Paulo Thiago e Daniel Sarafian são as novidades. A informação foi divulgada pelo ‘Ag. Fight’.

Veja Também

Nova sensação brasileira, Amanda Ribas projeta retorno ao octógono no fim do ano: ‘Já estou treinando’
Com luta neste sábado, Weidman reconhece momento delicado na carreira: ‘Preciso vencer’
Rodolfo Vieira e Markus Maluko se enfrentam em 10 de outubro pelo UFC

Com quase 50 lutas em seu cartel profissional no MMA, Tibau, 37, chega ao Taura como um dos maiores nomes da companhia. Atleta do UFC entre 2006 e 2018, o experiente potiguar chega à empresa para seguir sua trajetória nas artes marciais mistas. A última apresentação de Gleison aconteceu em julho do ano passado, quando derrotou Will Brooks pelo Battlefield FC 2.

Veterano no MMA, Paulo Thiago também está de casa nova. O brasiliense de 39 anos será uma das estrelas da organização. Paulo passou pelo Ultimate entre 2009 e 2014 e fez mais de 10 apresentações pela empresa. Thiago lutou pela última vez em dezembro do ano passado, quando foi derrotado por Sam Liera, no Smash Global 9.

Um dos grandes destaques da primeira temporada do TUF (The Ultimate Fighter) Brasil, em 2012, Daniel Sarafian, de 37 anos, conquistou os espectadores por sua forma agressiva de conduzir seus confrontos. Com contrato profissional no UFC, Sarafian subiu ao octógono em seis oportunidades. No Ultimate, no entanto, Daniel se apresentou em seis oportunidades, vencendo em duas. A última luta do atleta aconteceu em março de 2018, quando derrotou Carlos Cachorrão no ACB 82, em São Paulo.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments