Após três derrotas em quatro lutas, Klidson Abreu é dispensado pelo UFC

Retrospecto negativo encerra participação de brasileiro no Ultimate; última apresentação do amazonense aconteceu em maio deste ano

Kl. Abreu em atuação pelo UFC. Foto: Facebook @kfariasdeabreu

O brasileiro Klidson Abreu não faz mais parte dos planos do UFC. Após uma sequência de três derrotas em quatro apresentações, a empresa optou por encerrar o vínculo do amazonense, que já foi comunicado da decisão. A informação foi divulgada pelo produtor do ‘Combate’, Raphael Marinho.

Veja Também

Lutador do UFC relata drama após passar uma semana internado em UTI: ‘Quase morri’
Renan Barão justifica fase ruim na carreira e fala sobre recomeço no Taura MMA
Último rival de Léo Santos, Roman Bogatov é demitido após golpes ilegais no brasileiro

“Com três derrotas em quatro lutas no Ultimate, Klidson Abreu teve seu vínculo com a organização encerrado. Equipe do lutador foi avisada pela USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos) que ele não precisa mais atualizar suas informações por não fazer mais parte do UFC”, escreveu Raphael em sua conta no Twitter.

Klidson estrou no Ultimate em fevereiro do ano passado. Em sua primeira luta, o representante dos meio-pesados (até 93kg.) encarou Magomed Ankalaev e acabou batido na decisão dos juízes.

O brasileiro conseguiu se recuperar no segundo compromisso, quando bateu Sam Alvey por pontos. Os próximos dois desafios acabaram por sacramentar o fim do acordo de Abreu com o Ultimate. Em novembro de 2019, o combatente foi derrotado por Shamil Gamzatov e, em maio deste ano, perdeu por nocaute para Jamahal Hill.

Com 27 anos, atualmente Klidson soma 20 apresentações como profissional no MMA. Ao todo, são 15 vitórias e cinco reveses.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments