Anderson Silva narra roteiro dos sonhos para o fim de sua carreira

Lenda do MMA mundial, brasileiro sugere como seria a última luta de sua carreira, em um cenário perfeito

A. Silva deve se aposentar em 2020. Foto: Reprodução/Instagram @spiderandersonsilva

Uma das maiores lendas da história do MMA, Anderson Silva está próximo daquela que pode ser a última luta da sua carreira. Em 31 de outubro, o brasileiro enfrentará Uriah Hall no confronto que pode selar sua aposentadoria do esporte. O duelo, no entanto, não concretiza um sonho pessoal do atleta, que narrou como imaginava sua despedida do esporte.

Veja Também

Com luta na próxima semana, Michel Pereira mantém sonho de título no UFC: ‘Tenho as ferramentas’
Neil Magny encara luta contra Robbie Lawler como atalho para o topo do peso meio-médio
Popó sugere retorno aos ringues para enfrentar Oscar De La Hoya: ‘Me candidatei’

“Para mim, como eu escrevo muitas histórias, uma boa história é: Anderson Silva luta novamente pelo cinturão, vence e se aposenta. Mas esse é só o script. Não é assim que acontece na vida real”, disse o brasileiro em entrevista à ‘ESPN’.

Mesmo sabendo que dificilmente seu sonho se realizará, o maior campeão da história dos médios (até 83,9kg.) do Ultimate vê com bons olhos a chance de enfrentar um oponente de alto nível em seu próximo compromisso.

“Essa luta me ajudou a criar algo grande dentro da minha cabeça, para meus fãs, meu legado. Especialmente porque tenho uma grande história no UFC. Estou muito animado e feliz para fazer meu melhor, continuar treinando duro e tentar me desafiar”, disse o ‘Spider’.

Mesmo com Dana White cravando que o Hall será o último adversário na carreira de Anderson, o brasileiro não dá certeza absoluta se irá se aposentar depois do confronto de 31 de outubro. Aos 45 anos, Silva segue afirmando apenas ele definirá o momento certo de pendurar as luvas.

“É hora de parar. Todos estão falando sobre isso, mas ainda não é a hora para parar. Eu sei minha hora de parar”, contou o brasileiro.

Anderson fará sua primeira luta desde a derrota sofrida para Jared Cannonier, em agosto do ano passado. Em 2020, o atleta passou por uma cirurgia no joelho, mas já está recuperado e pronto para voltar ao octógono.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments