Dana White sugere aposentadorias de Donald Cerrone e Tyron Woodley

Presidente do Ultimate mostra respeito às trajetórias dos atletas no esporte, mas acredita que é hora de parar

D. White em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/YouTube UFC

Depois de deixarem o octógono do UFC Las Vegas 11 sem vitórias, Donald Cerrone e Tyron Woodley devem ter uma conversa importante com o presidente do Ultimate, Dana White, em breve. Em coletiva após o evento realizado neste sábado (19), nos Estados Unidos, o ‘chefão’ mostrou respeito aos veteranos, mas sugeriu que é a hora de pensarem na aposentadoria.

Veja Também

Dana White se rende ao talento de Khamzat Chimaev: ‘Nunca vi algo assim na minha vida’
Árbitro interrompe luta, pergunta se lutadora nocauteada pode continuar e cria nova polêmica no UFC
Depois vitória, Covington cita duas lutas que gostaria de fazer e provoca possíveis rivais
Após vitória dominante, Dana White analisa futuro de Colby Covington: ‘Talvez enfrente Masvidal’

Woodley e Cerrone chegaram ao evento com a obrigação de deixarem uma sequência de resultados negativos para trás. Enquanto o ex-campeão dos meio-médios (até 77kg.) vinha de dois reveses consecutivos, a situação do ‘Cowboy’ era ainda pior, com quatro derrotas.

No card, Tyron acabou derrotado por Colby Covington na luta principal, chegando perdendo pela terceira vez seguida. Cerrone, acabou empatando com Niko Price e não vence um confronto desde maio do ano passado.

“Ele (Woodley) tem que começar a pensar nisso. Parece que a cabeça dele não está mais no jogo. Ele está focado em tudo, menos na luta. Nós todos ficamos velhos. Acontece com todos nós. Woodley teve uma grande carreira, ele foi campeão”, afirmou.

Embora demonstre respeito a Donald Cerrone, que é um dos atletas mais carismáticos e com diversos recordes no Ultimate, White acredita que o tempo do norte-americano também passou. Sem titubear, o mandatário revelou que precisará conversar com o ‘Cowboy’ sobre sua permanência na organização.

“Vamos falar sobre aposentar. Eu preciso ter essa conversa com ele. Eu sei o que ele vai dizer (que não quer parar). Precisamos ter a conversa”, finalizou.

Atualmente, Tyron está com 38 anos. Ex-campeão linear dos meio-médios, o norte-americano liderou a divisão entre 2016 e 2019, quando perdeu o posto para Kamaru Usman.

Cerrone, de 37, neste final de semana atingiu a marca de 53 apresentações como profissional no MMA. O combatente disputou o cinturão dos leves (até 70,3kg.) em 2015, mas perdeu a chance de se tornar campeão quando foi derrotado por Rafael dos Anjos.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments