Sem lutar há mais de um ano, Leon Edwards é retirado do ranking dos meio-médios por inatividade

Longe do octógono desde junho do ano passado, inglês perde 3ª posição no grupo liderado por Kamaru Usman

L. Edwards foi retirado do ranking do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

A inatividade de Leon Edwards no UFC acabou tendo um custo alto. Sem lutar desde julho do ano passado, o inglês acabou perdendo a 3ª posição no ranking dos meio-médios (até 77kg.) e, agora, está fora da elite da categoria liderada por Kamaru Usman.

Veja Também

Como assistir o UFC 254, com Khabib x Gaethje, AO VIVO pela televisão e internet
Khabib Nurmagomedov reforça interesse em enfrentar GSP: ‘Única luta que me deixa empolgado’
Justin Gaethje confessa ser fã de Khabib Nurmagomedov, mas o adverte: ‘Nunca enfrentou alguém como eu’

Na última terça-feira (21), em algumas plataformas, o nome do inglês não figurava entre os principais atletas da divisão. Embora, hoje, Edwards se encontre no top 5, de acordo com o site oficial do UFC, o atleta confirmou à repórter Cole Shelton que, de fato, foi retirado por inatividade.

Considerado um dos principais nomes no peso meio-médio, Leon vem em grande fase na carreira. O inglês, atualmente, acumula uma marca de oito resultados positivos em sequência. Sua última derrota aconteceu em dezembro de 2015, quando acabou superado pelo atual campeão, Usman.

Embora tenha prestígio, levando em consideração sua trajetória recente, a relação de Edwards com o Ultimate anda estremecida. O atleta teve compromisso marcado este ano, em 21 de março, na Inglaterra, quando trocaria forças contra o ex-campeão da divisão, Tyron Woodley. Por conta da pandemia do coronavírus, o espetáculo acabou transferido para os Estados Unidos e, assim, Leon afirmou que não viajaria, por motivos de segurança.

Desde então, o inglês encontra dificuldades em ter um embate confirmado, já que os possíveis rivais têm planos para uma futura disputa de cinturão, ou possíveis lutas mais rentáveis, como é o caso de Jorge Masvidal, que pode promover a revanche contra Nate Diaz.

Em entrevista recente ao ‘BT.Sports’, o presidente do Ultimate, Dana White, confirmou que a organização tenta negociar um embate para o inglês. No entanto, nenhum nome foi sugerido.

“Eu quero dar a Leon Edwards uma luta que signifique algo. Estamos trabalhando nisso”, afirmou o mandatário.

Recentemente, Leon foi desafiado por Stephen Thompson, atual número cinco no grupo. O inglês, no entanto, rejeitou a proposta, avaliando que seria mais vantajoso encarar oponentes mais próximos de Usman.

Desde que as negociações para a disputa de cinturão entre Kamaru e Gilbert Durinho foram suspensas, o inglês vem tentando convencer o brasileiro de fazer um confronto para decidir que enfrentará o campeão na sequência. Ciente da proposta, o niteroiense afirma que já conquistou a condição de desafiante e que uma luta entre eles não faz sentido.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments