Luta contra Khabib Nurmagomedov no UFC 254 vai fazer Justin Gaethje garantir a aposentadoria da mãe

Grato por tudo que seus pais fizeram quando era mais jovem, norte-americano pretende retribuir o apoio após o grande embate contra o russo

Sucesso de J. Gaethje (centro) no MMA não o faz esquecer seus pais. Foto: Reprodução/Instagram

Não é segredo que os pais costumam dar todo suporte para o desenvolvimento de seus filhos na vida e, quando estes crescem e alcançam o sucesso, nada mais justo do que retribuir o favor. Justin Gaethje pensa dessa forma. O norte-americano lutará pelo cinturão do peso leve (70,3kg) contra Khabib Nurmagomedov, no UFC 254, que acontece neste sábado (24) e nunca escondeu seu lado família. Tanto é que levou os pais para vê-lo em ação em Abu Dabi e essa foi a primeira vez que eles fizeram uma viagem internacional.

Na coletiva de imprensa pré-evento, Gaethje relembrou sua juventude, no Arizona, dos esforços que seus pais fizeram para criá-lo e revelou que todo dinheiro que vai receber por estar na luta principal e disputando o cinturão servirá para fazer sua mãe parar de trabalhar. Recentemente, o pai do lutador se aposentou, após atuar durante 37 anos como minerador de cobre.

Veja Também

Khabib Nurmagomedov abre o jogo e admite viver momento mais difícil da carreira após o falecimento do pai
Treinador de Khabib se mostra surpreso com postura do pupilo após perder o pai: ‘Lutará para preservar seu legado’
Treinador de Gaethje confia no wrestling do pupilo para surpreender Khabib no UFC 254
Apesar da amizade, Cormier promete ser imparcial ao analisar a luta entre Khabib e Gaethje no UFC 254

“Nunca pensei que uma criança de Safford, no Arizona, teria essa oportunidade, especialmente do outro lado do mundo em Abu Dhabi. Que lugar lindo! Eu nunca estive em um lugar assim antes. Isso é importante para mim, para a minha família e para a pequena cidade de Safford, Arizona. Estou tão orgulhoso. Quando essa luta começar, garantirei a aposentadoria da minha mãe. Todo dinheiro que eles tinham foi para mim, meu irmão e minha irmã. Eles sofreram financeiramente por nós. Nada é melhor do que ser capaz de retribuir isso”, disse Gaethje.

Apesar de ter o apoio de sua família, ‘The Highlight’ garantiu que, na hora da luta, só pensará em Trevor Wittman, seu treinador. Se o desafiante ao cinturão terá 100% do fator caseiro, Khabib lutará pela primeira vez após a morte de seu pai, Abdulmanap Nurmagomedov. No entanto, Gaethje não acredita que o drama vivido irá atrapalhá-lo e sim fortalecê-lo.

“Meus pais estão aqui, mas, quando eu estiver no octógono, nada importa. Eles não estarão lá. Meu treinador, Trevor Wittman, estará. Essa é a única voz que posso ouvir, mas estou muito feliz que meus pais tenham essa experiência. Depois do que houve, será muito difícil vencer Khabib. O falecimento do pai dele vai deixá-lo ainda mais forte e será um fator de motivação. Nós, lutadores, somos assim”, finalizou.

Aos 31 anos, Justin Gaethje alcançou o posto de desafiante do peso leve ao conquistar quatro vitórias consecutivas. Suas atuações foram tão impressionantes, que o norte-americano conquistou o bônus de performance em todas elas, por ter nocauteado James Vick, Edson Barboza, Donald Cerrone e Tony Ferguson. Nessa última, Gaethje também faturou o bônus de melhor luta.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments