Glover Teixeira explica segredo para seguir vencendo e ter sucesso no MMA depois dos 40 anos

Veterano venceu quatro lutas consecutivas, se encontra perto de ser o desafiante dos meio-pesados e contraria tese de que o MMA é um esporte para jovens

G. Teixeira explica o segredo de seu sucesso aos 41 anos. Foto: Reprodução/Instagram

O MMA é um esporte de combate cruel, violento e que privilegia o atleta jovem, mas existem exceções. Randy Couture, Dan Henderson, Daniel Cormier, Yoel Romero, entre outros tiveram sucesso mesmo com a idade avançada e Glover Teixeira também integra o seleto time. O brasileiro lutará contra Thiago Marreta, no UFC Las Vegas 13, evento que será realizado neste sábado (7), nos EUA, e comentou a respeito da excelente fase que vive.

Na coletiva de imprensa pré-show, Glover explicou o segredo para continuar a fazer sucesso, depois dos 40 anos, e revelou que teve que mudar seus hábitos para dar uma reviravolta na carreira. Além disso, o mineiro citou pontos importantes que todos os atletas deveriam seguir.

Veja Também

Em choque de potências, Marreta analisa confronto perigoso contra Glover Teixeira
Glover alerta Adesanya sobre possível teste nos meio-pesados: ‘A pressão é diferente’
Vídeo: Thiago Marreta registra encontro com Glover Teixeira antes de luta desde sábado

“O MMA está crescendo e ficando melhor. Antes, eu estava exagerando. Bebia muita cachaça e comia muito churrasco. Tive que mudar meus hábitos. Estou melhor agora do que quando tinha 37 anos. Tenho 41 e essa pode ser minha última chance de ser campeão do UFC. Esse é o meu sonho e nunca desisti. Tive altos e baixos, mas sempre acreditei em mim. Os lutadores têm que manter o foco, nunca desistir, aprender com os erros e seguir treinando. Quem não quer pendurar o cinturão do UFC na parede um dia?”, disse Glover.

Atualmente, Glover Teixeira, de 41 anos, se encontra na terceira posição no ranking do peso meio-pesado (93kg). O veterano venceu quatro lutas consecutivas, sendo três pela via rápida, e busca ter uma nova oportunidade de ser o desafiante da categoria. Vale lembrar que o brasileiro disputou o cinturão em 2014 e, na ocasião, foi derrotado por Jon Jones.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments