Desafiado por Jan Blachowicz, Daniel Cormier revela que quase saiu da aposentadoria: ‘Ideia durou 15 minutos’

Ex-campeão dos meio-pesados e pesados do UFC confessou que pensou em voltar, mas percebeu que seus melhores dias no esporte ficaram para trás

D. Cormier quase voltou a lutar para encarar J. Blachowicz. Foto: Reprodução/Instagram

Quando um lutador anuncia sua aposentadoria do MMA, muitos fãs não costumam levar a sério, já que boa parte volta a atuar. O ano de 2020 tem sido marcado por despedidas de atletas importantes como Daniel Cormier, Anderson Silva, Khabib Nurmagomedov e Henry Cejudo e os três últimos já cogitaram retornar. ‘DC’ revelou que teve a mesma ideia, quando Jan Blachowicz, mais novo campeão do peso meio-pesado (93kg), o desafiou logo após conquistar o cinturão, porém pensou melhor e voltou atrás.

Em entrevista ao site norte-americano MMA Fighting, ‘DC’ admitiu que ficou empolgado com a possibilidade de enfrentar o polonês, deu a entender que se arrependeu da forma como saiu da categoria, mas riu da possibilidade de voltar ao esporte.

Veja Também

Com crédito no Ultimate, Gilbert Durinho expressa desejo de ser treinador do TUF
Demian Maia aceita desafio feito por Diego Sanchez para a realização de luta entre lendas do MMA
Joe Rogan elogia Jorge Masvidal e admite ser fã do lutador: ‘É um monstro!’

“Tenho que ser honesto. Quando Blachowicz me desafiou, estava disposto a voltar a lutar. Pensei que não poderia me aposentar assim. Obviamente, todo grande lutador sente que pode vencer. Eu abdiquei do cinturão dos meio-pesados. Não o perdi, há um novo campeão e não tem tantas grandes lutas no horizonte. Agora, Blachowicz pode enfrentar Adesanya, mas, antes, não tinha essa possibilidade. Seria Glover ou Marreta e essas lutas são muito boas, mas, para ele, me enfrentar seria algo maior. Comecei a rir da ideia de voltar para os meio-pesados e estou bem assim. Esse pensamento durou apenas 15 minutos. Não tenho mais nada a fazer”, disse Cormier.

Atualmente, o ex-campeão dos meio-pesados e pesados (120,2kg) do UFC atua como comentarista, informou que já se adaptou a nova rotina e lembrou que, nos últimos anos, diminuiu sua frequência no octógono.

“A transição foi divertida. Nos últimos anos, estive me preparando para isso. Lutei três vezes em 2018, uma vez em 2019 e outra em 2020. Eu não era mais um lutador ativo. Minha rotina era treinar, mas as obrigações na televisão estavam me tomando mais tempo”, finalizou.

Daniel Cormier se aposentou em agosto de 2020 e levou a pior na trilogia contra Stipe Miocic. No entanto, o norte-americano, que teve uma grande história no wrestling, também teve uma carreira gloriosa no MMA, ao vencer o Grand Prix do peso pesado do Strikeforce e se tornar campeão dos meio-pesados e pesados do UFC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments