Apesar da rivalidade, Patrício Pitbull acredita que Michael Chandler pode ser campeão do UFC: ‘Tem muita qualidade’

Campeão duplo do Bellator elogiou o antigo rival e informou que não vai ficar surpreso de vê-lo desbancando os maiores nomes da organização rival

P. Pitbull acredita que M. Chandler pode se tornar campeão do UFC. Reprodução/Instagram @bellatormma

Parece que a animosidade entre Patrício Pitbull e Michael Chandler, dois dos maiores nomes da história do Bellator, ficou menor, depois do segundo ser contratado pelo UFC. Se antes a dupla costumava se provocar, agora, o brasileiro surpreendeu ao ressaltar a qualidade do rival.

Em entrevista ao site norte-americano MMA Junkie, Patrício revelou que gostou de ver a ida de Chandler para o UFC e não só o elogiou, como acredita que ‘Iron’ tem qualidade suficiente para vencer os melhores atletas da organização rival e se tornar campeão dela. Além disso, o brasileiro crê que o crossover entre companhias é a única forma de saber qual lutador é, de fato, o melhor em cada categoria.

Veja Também

Dana White descarta cinturão para a luta entre McGregor e Poirier no UFC 257: ‘Khabib vai voltar’
De olho no título de ‘Lutador do Ano’, Deiveson promete show no UFC 255: ‘Vou nocautear no melhor estilo’
Campeão no meio-pesado, Jan Blachowicz dá ‘conselho de amigo’ a Adesanya sobre riscos na divisão
Na ‘última corrida’ entre os leves, Donald Cerrone narra planos antes do fim da carreira

“Fico feliz por Chandler e ele pode vencer todos do UFC. Chandler é um grande lutador e tem as ferramentas necessárias para ter sucesso lá. A melhor maneira de descobrir quem é o melhor de cada categoria é fazendo um crossover entre organizações. Não tem como cravar, tentando adivinhar ou porque um lutador integra uma organização. Estou pronto para mostrar que sou o melhor e disposto a provar isso a qualquer momento”, disse Patrício.

O brasileiro também destacou o fato de Chandler chegar ao UFC sendo reserva imediato da luta pelo cinturão do peso leve (70,3kg), entre Khabib Nurmagomedov e Justin Gaethje como uma vitória, pois reconheceram a qualidade dos atletas do Bellator.

“Isso prova que os lutadores do Bellator também são reconhecidos. Chandler mal saiu e já ia lutar pelo cinturão. Isso comprova o a gente já sabia, que os lutadores do Bellator são tão bons ou até melhores que os do UFC. O importante não é a organização e sim o lutador”, finalizou.

Vale lembrar que Patrício Pitbull e Michael Chandler se enfrentaram em 2019. Na ocasião, o brasileiro nocauteou o ex-número um do peso leve com apenas um minuto de luta e se tornou campeão duplo do Bellator, já que também detinha o cinturão dos penas (65,8kg).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments