Luta entre Júnior Cigano e o invicto Ciryl Gane é confirmada para 12 de dezembro, no UFC 256

Brasileiro é oficializado como próximo adversário do francês e tenta se recuperar de três derrotas consecutivas na organização

J. Cigano (esq.) tenta se recuperar de três derrotas consecutivas contra C. Gane (dir.) no UFC 256. Foto: Montagem SUPER LUTAS.

Ex-campeão no peso pesado (até 120,2kg.) do Ultimate, Júnior Cigano está confirmado no UFC 256. No dia 12 de dezembro, em Las Vegas (EUA), o brasileiro trocará forças contra o perigoso e invicto Ciryl Gane na luta co-principal do espetáculo. A informação foi oficializada pela empresa em suas redes sociais.

Veja Também

Ultimate confirma luta entre Max Holloway e Calvin Kattar para o dia 16 de janeiro
Dana White descarta cinturão para a luta entre McGregor e Poirier no UFC 257: ‘Khabib vai voltar’
Vídeo: Erro grotesco de árbitro obriga lutador brasileiro a nocautear rival duramente por duas vezes
Algozes de Anderson Silva, Chris Weidman e Uriah Hall têm acordo verbal para luta em fevereiro

Vindo de três derrotas consecutivas, Cigano tenta recuperar o caminho das vitórias para voltar a sonhar com uma disputa de cinturão na categoria que dominou entre 2011 e 2012. O compromisso, no entanto, será outro grande desafio na carreira do catarinense, que atualmente ocupa a 7ª posição no ranking da divisão.

Enquanto Júnior quer reencontrar o equilíbrio na carreira, Gane busca provar que não é apenas mais uma promessa no MMA. Invicto na carreira, com seis lutas disputadas, o francês vai para o quarto compromisso com as luvas do UFC e pretende manter os 100% de aproveitamento.

Cigano, de 36 anos, não luta desde agosto, quando acabou sendo duramente batido por Jairzinho Rozenstruik. Antes do confronto contra o surinamês, o ex-campeão também foi vítima de Curtis Blaydes e Francis Ngannou. A última vitória do brasileiro aconteceu em março do ano passado, quando superou Derrick Lewis.

Ciryl, de 30, está há quase um ano sem se apresentar. A última peleja do francês ocorreu em 18 de dezembro de 2019. Na ocasião, o combatente superou Tanner Boser por pontos.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por ufc (@ufc)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments