Presidente do Bellator parabeniza Fabrício Werdum por assinar com a PFL: ‘Encontrou uma casa melhor’

Scott Coker não lamenta o fato de não contar com os serviços do ex-campeão dos pesados do UFC e acredita que ele conseguiu o contrato que almejava

S. Coker não lamenta o fato de F. Werdum ter assinado com a PFL. Foto: Reprodução/Instagram

Não é novidade que o Bellator se fortaleceu ao contratar diversos lutadores com boa passagem pelo UFC. Os exemplos são vários e o veterano Fabrício Werdum ficou bem próximo de ser anunciado, porém surpreendeu ao optar por assinar com a PFL (Professional Fighters League). No entanto, Scott Coker não lamentou o fato de ter ‘perdido’ o ex-campeão do peso pesado (120,2kg) do UFC.

Na coletiva de imprensa do Bellator 253, evento que será realizado nesta quinta-feira (19), nos EUA, o presidente da companhia explicou que Werdum tinha pensamentos diferentes, queria um contrato mais amplo e ficou feliz por ver o brasileiro na PFL. Coker também ressaltou que, se quisesse, o teria contratado.

Veja Também

Werdum explica a razão para assinar com a PFL e manda recado aos demais pesados: ‘Quero o cinturão’
Apesar da rivalidade, Patrício Pitbull acredita que Michael Chandler pode ser campeão do UFC: ‘Tem muita qualidade’
Presidente do Bellator destaca qualidade de Patrício Pitbull: ‘Temos sorte de lutar aqui’

“Os objetivos e desejos de Werdum eram diferentes dos nossos. Estou feliz por ele. Se quiséssemos ele aqui para enfrentar Fedor, poderíamos fazer isso, mas essa é, provavelmente, a única luta que temos interesse. Acho que Werdum estava procurando um acordo de longo prazo, com muitas lutas. O Bellator está em uma fase diferente, contratando agentes livres, apostando em promessas e construindo a nova geração. Acho que Werdum achou uma casa melhor do que teria aqui”, disse Coker.

Além de Bellator e PFL, o ONE Championship também tinha interesse em contar com os serviços de Fabrício Werdum, já que fechou uma parceria com a empresa Dominance MMA, da qual o brasileiro faz parte. Para a imprensa especializada, o Bellator liderava a corrida para contratar ‘Vai Cavalo’, porque o mesmo e Fedor Emelianenko gostariam de realizar uma revanche. No primeiro encontro entre eles, válido pelo Strikeforce, em 2010, o brasileiro finalizou o russo no primeiro round, ao aplicar um triângulo.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments