Com problemas médicos, Bethe Pitbull deixa luta de despedida do UFC, que aconteceria em 16 de janeiro | SUPER LUTAS

Com problemas médicos, Bethe Pitbull deixa luta de despedida do UFC, que aconteceria em 16 de janeiro

Brasileira passa por cirurgia para a retirada do apêndice; Ultimate, agora, busca uma nova adversária para Wu Yanan

B. Correira (dir.) teve sua despedida do UFC adiada. Foto: Reprodução/Instagram

Em sua última luta pelo Ultimate, Bethe Correia, a Pitbull, precisará adiar a data de sua despedida. A ex-desafiante ao cinturão do peso galo (até 61,2kg.) precisará passar por uma cirurgia de remoção do apêndice e não estará apta a enfrentar Wu Yanan, em 16 de janeiro, em Abu Dhabi, pelo UFC Ilha da Luta 7. A informação foi divulgada pelo ‘MMA Fighting’.

Veja Também

A luta contra Yanan representava muito para a brasileira, pois selaria sua passagem pelo Ultimate e, possivelmente, sua trajetória no MMA. Aos 37 anos, a atleta se tornou mundialmente conhecida quando se credenciou e enfrentou Ronda Rousey, em 2015, pelo cinturão da divisão. Na ocasião, a paraibana acabou derrotada por nocaute no primeiro round.

Depois do revés para a ex-campeã, Bethe passou por uma fase instável dentro da companhia. Foram sete lutas, com quatro derrotas, um empate e dois resultados positivos.

Depois de seu último revés, em julho de 2020, contra Pannie Kianzad, Correia esteve próxima de ser desligada da organização. A brasileira, no entanto, conseguiu negociar uma luta de despedida.

No dia 16, a paraibana enfrentaria Wu Yanan, que está na ‘corda bamba’, com dois resultados negativos e apenas uma vitória desde que estreou pelo UFC. Ainda não se sabe se a luta será adiada ou se a a companhia conseguirá uma adversária para a chinesa a tempo.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments