Corey Anderson sugere que divisão dos meio-pesados do Bellator é mais forte que o UFC | SUPER LUTAS

Corey Anderson sugere que divisão dos meio-pesados do Bellator é mais forte que o UFC

Norte-americano rescindiu contrato com o Ultimate em agosto de 2020 e elogiou as contratações de sua nova organização

C. Anderson rompeu com UFC e assinou com Bellator em agosto. Foto: Reprodução/Instagram

O peso meio-pesado (até 93,0 kg.) Corey Anderson surpreendeu ao romper com o UFC e assinar com o Bellator para a sequência de sua carreira. O norte-americano, que ocupava a quarta posição do ranking no Ultimate, declarou que acertou com a principal concorrente para buscar um novo desafio que, para ele, é ainda mais difícil.

Veja Também

“Sinto que agora o Bellator está em vantagem. Jon Jones foi embora (subiu para os pesados). Esses jovens do UFC estão chegando e tentando elevar o nível, mas eu sinto que a qualidade deles não é como dos veteranos que estavam lá e estão no Bellator agora” disse Corey Anderson, em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

O norte-americano comentou sobre as contratações de Yoel Romero e Anthony Johnson. Para ele, as adições fizeram a divisão se tornar ainda mais forte e nivelada.

“Essas duas últimas contratações que eles fizeram definitivamente tornaram a categoria mais forte. No começo, eu estava no UFC e era o quarto colocado quando saí. As únicas pessoas com que não lutei foram Jon Jones e Dominick Reyes. Eu tinha vencido Jan Blachowicz (atual campeão dos meio-pesados do UFC) e Anthony Smith estava acima de mim no ranking, mas vemos onde Anthony Smith está agora. Então você tem a mim, Anthony Johnson e Yoel Romero. Dois caras ali mesmo que lutaram por títulos. Eu, que estava à beira de um título. Então você tem (Vadim) Nemkov, que acabou de vencer Ryan Bader. Você tem Phil Davis. Você tem todos esses nomes que já lutaram no topo do UFC”, concluiu o lutador.

Aos 31 anos, Corey Anderson estreou no Bellator 251, contra Melvin Manhoef, em novembro de 2020. Na ocasião, o norte-americano nocauteou no segundo round. Agora, ele conta com um cartel de 14 vitórias e cinco derrotas no MMA profissional.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments