Dana White afirma que danos cerebrais fazem 'parte do show' do MMA | SUPER LUTAS

Dana White afirma que danos cerebrais fazem ‘parte do show’ do MMA

Mandatário do UFC diz que também lida com problemas neurológicos, mas pondera que todos os esportistas de contato enfrentam a doença

D. White em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/YouTube UFC

O presidente do UFC, Dana White, afirmou que o dano cerebral é apenas uma pequena parte do trabalho para aqueles que competem em esportes de combate. O tópico tem sido abordado após uma publicação do site norte-americano ‘MMA Fighting’, que detalhou os problemas do ex-atleta do Ultimate, Spencer Fisher. No artigo, o lutador expôs dificuldades de perda de memória, dicção, crises de tontura e depressão, diagnosticadas como – Chronic Traumatic Encephalopathy (CTE), ou, em tradução livre, Encefalopatia Traumática Crônica.

Veja Também

Questionado sobre a batalha de Spencer contra a CTE, Dana White , em conversa com a imprensa (transcrita pelo MMA Junkie), disse que as condições fazem parte do esporte e também afirma que está lidando com seus próprios problemas cerebrais, decorrentes de seus treinamentos de boxe no passado.

“Todos nós estamos aprendendo todos os dias sobre as lesões cerebrais. Temos investido neste Centro Lou Ruvo para tentar descobrir mais sobre isso. (…), mas ouça, (Fisher) não é o primeiro e definitivamente não será o último. Este é um esporte de contato, e todo mundo que já lutou quando mais jovem, inclusive eu, está lidando com problemas cerebrais. É apenas parte do show”, afirmou o ‘chefão’.

No início deste mês, o UFC doou US$ 1 milhão (cerca de R$ 5, 3 milhões, na cotação atual), para a clínica Lou Ruvo, em Las Vegas, que pesquisa sobre os tratamentos de doenças cerebrais degenerativas. A Encefalopatia Traumática Crônica é progressiva e causada por golpes repetitivos e/ou severos na cabeça. Ela também é comum em outros esportes, como o futebol americano e o hóquei no gelo, por exemplo.

Spencer Fisher, de 44 anos, está aposentado do MMA. O norte-americano competiu no período entre 2002 e 2012 e fez 17 lutas no UFC. Ele encerrou sua carreira com um cartel de 24 vitórias e nove derrotas.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments