Batalha entre Holloway e Kattar fatura bônus de 'Confronto da Noite' no UFC Ilha da Luta 7 | SUPER LUTAS

Batalha entre Holloway e Kattar fatura bônus de ‘Confronto da Noite’ no UFC Ilha da Luta 7

Protagonistas do espetáculo faturam US$50 mil cada após confronto empolgante que encerrou o primeiro evento do ano; Alessio di Chirico e Li Jingliang

M. Holloway (dir.) aplica chute rodado em C. Kattar (esq.). Foto: Reprodução/Instagram

Depois de provar ao mundo que está realmente de volta, Max Holloway tem mais um motivo para sorrir. Após dar show contra Calvin Kattar, no confronto principal do UFC Ilha da Luta 7, realizado neste sábado (16), em Abu Dhabi, o atleta faturou – junto ao seu rival – o bônus de ‘Combate da Noite’. O havaiano, então, levará para casa o adicional de US$50 mil (cerca de R$264,5 mil). Alessio di Chirico e Li Jingliang levaram a mesma quantia por suas performances. A informação foi divulgada à imprensa pela assessoria do Ultimate.

Veja Também

Mesmo que deixe os Emirados Árabes com os bolsos cheios, Holloway tinha uma meta pessoal para provar neste final de semana. Depois de perder duas lutas consecutivas para o atual campeão do peso pena (até 65,7kg.), o antigo campeão sabia que precisava dar um verdadeiro show no primeiro espetáculo do ano. Com uma performance segura, Max não só cumpriu o prometido como também retornou aos holofotes do grupo.

Embora tenha sido presa fácil das combinações precisas de Holloway, Kattar impressionou por sua capacidade de absorver ataques de do antigo campeão. Por cinco rounds, o norte-americano foi massacrado e, em alguns momentos, chegou a ensaiar uma reviravolta – que não aconteceu.

Responsável por dar as ‘boas-vindas’ a Santiago Ponzinibbio no UFC, Li Jingliang acabou estragando a festa do ‘Argentino Gente Boa’. Fora de ação desde 2018 por problemas de saúde, o combatente estava empolgado para seu compromisso de retorno. Na luta contra o chinês, no entanto, Santiago acabou não tendo tempo para colocar sua estratégia em prática e acabou surpreendido por um duro nocaute logo no primeiro round. Pelo feito, Jingliang também leva US$50 mil.

O termo ‘aqui se faz, aqui se paga’ ficou evidente no espetáculo do final de semana. Responsável por encarar o ‘Homem Nocaute’, Joaquin Buckley, Alessio di Chirico roubou a cena e fez com que o rival provasse do seu próprio veneno. Em duelo realizado no card principal, além de encerrar uma sequência de três derrotas consecutivas, Chirico conseguiu um desfecho brutal sobre o peso médio (até 83,9kg.).

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments