Holloway dá show, atropela Kattar e vence por pontos no UFC Ilha da Luta 7 | SUPER LUTAS

Holloway dá show, atropela Kattar e vence por pontos no UFC Ilha da Luta 7

Ex-campeão dos penas cumpre promessa e protagoniza atuação impecável na luta principal

M. Holloway dominou C. Kattar no UFC Ilha da Luta 7. Foto: Reprodução/Instagram

Um dos melhores pesos penas (até 65,7kg.) da história do MMA, Max Holloway mostrou todo o seu arsenal em Abu Dhabi. Na luta principal do UFC Ilha da Luta 7, realizado neste sábado (16), o havaiano deu um verdadeiro show contra Calvin Kattar e atropelou o rival por 25 minutos. Após cinco rounds, o atleta foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

Veja Também

A atuação de Holloway serviu como resposta aos fãs que viram o ex-campeão perder por duas vezes consecutivas para o atual campeão do grupo, Alexander Volkanovski. Após voltar a vencer, o havaiano se coloca novamente em condições de pedir uma luta contra o vencedor entre o australiano e Brian Ortega, que trocam forças no UFC 260.

Na luta mais importante da sua carreira até o momento, Calvin Kattar mostrou muito coração no duelo contra  Holloway. Atual número seis no ranking, o norte-americano, apesar de ter recebido a confirmação de que disputaria o cinturão, caso superasse o havaiano, não conseguiu impor seu ritmo e foi inferior durante todo o embate.

Após o espetáculo, quando muitos pensavam que Holloway cobraria a diretoria do Ultimate por uma trilogia contra Volkanovski, o havaiano se ofereceu para ser reserva imediato para o confronto entre Conor McGregor e Dustin Poirier. O irlandês e norte-americano encabeçam o UFC 257.

A luta

Holloway tomou a iniciativa do confronto com dois jabs no rosto do adversário. Kattar respondeu com um chute baixo, que desequilibrou Max. O ex-campeão tentava dominar o centro do octógono agredia o oponente com uma sequência de socos e chutes. Calvin continuava apostando nos chutes baixos, mas os contragolpes do ex-campeão seguiam perigosos. Na metade do assalto, Max se esquivou de um cruzado do rival e surpreendeu com um direto, que intimidou Kattar. Em vantagem, o ex-campeão permanecia pontuando com ataques precisos. No minuto final, um direto de direita entrou de encontro no rosto do norte-americano. Max pressionava e tentava encerrar o duelo. Após um chute rodado preciso na linha de cintura de Calvin, Holloway seguiu golpeando com socos e Kattar continuava caminhando para trás, até que o round acabou.

Na segunda etapa, Max voltou a tomar a iniciativa com uma sequência de socos. Kattar tentava responder, mas o ex-campeão estava afiado nos contragolpes. Com o passar dos minutos, Holloway continuava impecável em suas combinações de socos e chutes. Com um direto de direita aplicado pelo adversário, Calvin caiu, mas se levou com facilidade. Na metade do round, Kattar surpreendeu o ex-campeão com um direto, mas Max absorveu bem o ataque. Próximo do minuto final, Holloway encaixou uma cotovelada, que balançou o adversário. Acuado, Kattar tentava se defender, mas era duramente castigado pelo ex-campeão na grade. E, desvantagem, o norte-americano tentou derrubar o ex-campeão, mas Max se defendeu bem, até que Kattar foi salvo pelo gongo.

O terceiro assalto começou com Calvin tentando se recuperar do prejuízo. Mesmo agressivo, o norte-americano esbarrava nos perigos do contra-ataque do ex-campeão, que estava afiado com cotoveladas e combinações de socos. Em desvantagem na luta em pé, Kattar impressionava com sua capacidade de resistir aos ataques precisos de Max, que seguia buscando o nocaute. No minuto final, Holloway continuava com mair volume de golpes e pontuando mais. Conforme o duelo prosseguia, Calvin parecia mais indefeso. O assalto acabou com Max provocando o rival.

O quarto round começou com Holloway ainda mais preciso em suas combinações. O havaiano seguia absorvendo bem os ataques do norte-americano e continuava magoando o rosto do adversário com jabs e diretos. A cada investida de Calvin, Max seguia frustrando o adversário com esquivas precisas. Na metade do assalto, Holloway voltou a balançar o adversário com cotoveladas, jabs, diretos e ganchos. Kattar, porém, mostrava uma resistência descomunal ao castigo. Pressionado nas grades, o norte-americano se defendia como podia e Max tentava liquidar a fatura. No minuto final, Kattar conseguiu se desvencilhar e conectou um direto no rosto de Holloway. Os atletas passaram a trocar forças no centro do octógono, mas não havia mais tempo.

Na última etapa, Calvin precisava deixar tudo no octógono para buscar um nocaute ou finalização. Holloway, no entanto, seguia aplicando os melhores ataques. Na metade do assalto, uma bomba de direita de Max voltou a balançar o adversário. Kattar, no entanto, continuava impressionando pela resistência. Próximo ao fim do confronto, Holloway baixou a guarda e provocou o adversário, permitindo que Calvin conectasse alguns golpes. Restando 30 segundos para o fim, Holloway se manteve afastado e aguardou o soar do gongo.

Resultados do UFC Ilha da Luta 7

CARD PRINCIPAL

Peso pena: Max Holloway derrotou Calvin Kattar na decisão unânime dos juízes (50-43, 50-42, 50-43)

Peso meio-médio: Carlos Condit derrotou Matt Brown na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-médio: Li Jingliang derrotou Santiago Ponzinibbio por nocaute a 4m25s do R1

Peso médio: Alessio Di Chirico derrotou Joaquin Buckley por nocaute a 2m12s do R1

Peso médio: Punahele Soriano derrotou Dusko Todorovic por nocaute técnico a 4m48s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso galo: Joselyne Edwards derrotou Wu Yanan na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso pesado: Carlos Boi derrotou Justin Tafa derrotou na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso meio-médio: Ramazan Emeev derrotou David Zawada na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso galo: Vanessa Melo derrotou Sarah Moras na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso pena: Austin Lingo derrotou Jacob Kilburn na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-26, 30-27)

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments