Técnico de Amanda Nunes aposta em 'Leoa' ainda mais feroz no octógono, após o nascimento da filha | SUPER LUTAS

Técnico de Amanda Nunes aposta em ‘Leoa’ ainda mais feroz no octógono, após o nascimento da filha

Responsável por afiar o jogo da lenda brasileira, Conan Silveira garante motivação extra da baiana em seu próximo compromisso

A. Nunes é considerada por muitos como a melhor lutadora de todos os tempos. Foto: Reprodução/Instagram

Considerada por muitos como a melhor lutadora de todos os tempos, Amanda Nunes pretende seguir seu reinado dentro do octógono. No que depender de seu treinador, Conan Silveira, a ‘Leoa’ virá ainda mais feroz após o nascimento da filha, Raegan. Em entrevista ao ‘Combate’, o técnico revelou que a brasileira está com motivação extra para seu compromisso contra Megan Anderson, no UFC 259, em 6 de março.

Veja Também

“O filho traz pra gente, de uma forma geral, um outro nascimento. A gente nasce junto. Na nossa intimidade vejo isso, a ‘Leoa’ agora tem um filhote, está mais perigosa ainda. A Raegan trouxe pra ela uma motivação, ela quer fazer mais. E isso com certeza é um ponto positivo”, afirmou Conan.

Nascida em setembro de 2020, Raegan é filha de Nunes com sua companheira – e também lutadora do Ultimate – Nina Ansaroff. Mesmo com a família maior, Silveira conta que a preparação da baiana segue forte, como fez desde que conquistou seu primeiro título pela organização, em 2016.

“O treino da Amanda, desde quando ela ganhou da Miesha Tate e conseguiu o primeiro cinturão, vem sendo sempre pra cinco rounds. Não é uma questão de ser campeã, mas hoje em dia a margem de erro deve ser nenhuma. Então, você precisa ver tudo com bastante seriedade. Quando ela vai lutar e defender o título, ela entra numa frequência que chega a ser uma marca registrada dela, ela mapeia e sabe fazer exatamente o que vai ser executado”, contou.

Embora deposite a confiança necessária em sua pupila, Conan não desmerece a próxima adversária de Amanda. Para o treinador, Megan, que é ex-campeã do Invicta FC, merece ser tratada com o respeito de uma atleta de elite.

“A Megan, assim como toda adversária, merece respeito e é uma luta importante. Ela tem uma envergadura grande, pode usar isso, seria o que ela deveria usar contra a Amanda. Ela tem muito talento, e não iria lutar pelo cinturão se não estivesse entre as melhores. A luta de MMA é imprevisível, pois onde você bate, machuca, então temos que estar bem preparados e evitar isso”, finalizou.

Contra a australiana, Amanda fará sua segunda defesa do título no peso pena (até 65,7kg.), conquistado sobre Cris Cyborg, em 2018. Além de líder na divisão, Nunes também ostenta o cinturão entre as galos (até 61,2kg.), onde lidera desde 2016.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments