Demitido do UFC, Cara de Sapato surpreende com declaração sobre trajetória na organização | SUPER LUTAS

Demitido do UFC, Cara de Sapato surpreende com declaração sobre trajetória na organização

Campeão do TUF Brasil 3, brasileiro desabafa sobre dispensa da companhia mas se empolga com futuro em aberto

A. Cara de Sapato é campeão do TUF Brasil 3. Foto: Reprodução/Instagram

Não é segredo para ninguém que Antônio Cara de Sapato não faz mais parte do grupo de atletas do Ultimate. O atleta, no entanto, tem muito a falar sobre sua trajetória na organização. Campeão da terceira edição do TUF (The Ultimate Fighter) 3, o atleta surpreendeu em desabafo feito ao ‘MMA Fighting’, no qual analisou os motivos que resultaram na sua demissão, no início do mês.

Veja Também

“Quando uma porta se fecha, outras se abre. É assim que acontece. Nós nunca sabemos o que pode acontecer. Eu sei que ser liberado pelo UFC era uma possibilidade, mas não estava pensando muito nisso. Aguardava por uma resposta e a resposta veio”, disse o brasileiro.

Por anos, Cara de Sapato foi considerado uma promessa tupiniquim para o peso médio (até 83,9kg.). No entanto, o atleta não somou um retrospecto recente positivo e, com três derrotas seguidas, o combatente acabou não resistindo e foi dispensado junto com outros nomes.

“De início, você fica chateado. Tem aquele objetivo pessoal que quer conquistar. Eu cheguei lá pelo cinturão, mas não está em nossas mãos. Eu quis conquistar o título, deixar a empresa como campeão. Depois, eu comecei a ver que há outras oportunidades do lado de fora. Então, me senti um pouco mais livre por causa das negociações e dos patrocínios”, afirmou.

Com sete vitórias em 13 lutas pela companhia, Antônio se destacou por um estilo característico. Dono de um jiu-jitsu afiado, o atleta, no entanto, surpreendeu ao falar que suas características enquanto lutador podem ter sido importantes para sua dispensa.

“Nesse negócio, temos que ser felizes com o que temos e, em algum momento, senti que eles não estavam satisfeitos. Acho que o UFC quer um tipo de lutador que eu não sou. Não sou do tipo que fala muito. Então, acho que eles não estavam felizes e isso me deixa triste também. Outros lugares podem receber alguém que encaixa como eu”, declarou.

Por fim, Cara de Sapato segue com futuro em aberto. No entanto, o brasileiro admite que já busca uma outra empresa para levar seu talento.

“Meu empresário e eu estamos discutindo algumas ideias. Na verdade, estou me sentindo mais livre, mais aliviado, para ser sincero. Essa mudança será boa para mim de alguma forma, profissionalmente e financeiramente. Acho que será positivo. O UFC foi ótimo para mim por um tempo, mas acho que é hora de mudar e vamos ver o que acontece depois”, finalizou.

Aos 30 anos, Cara de Sapato, hoje, soma 16 apresentações como profissional de MMA. Ao longo de quase oito anos competindo na modalidade, o lutador conquistou 10 vitórias e sofreu cinco derrotas; o brasileiro tem, também, um confronto ‘sem resultado’.

A última luta de Antônio aconteceu em janeiro, pelo UFC 257. Na ocasião, o peso médio foi superado por Brad Tavares na decisão unânime dos juízes.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments