Durinho mira em Thompson ou Chiesa, caso combate contra Covington não aconteça | SUPER LUTAS

Durinho mira em Thompson ou Chiesa, caso combate contra Covington não aconteça

Após ser derrotado por Usman no UFC 258, brasileiro já faz planos para retomar sua trajetória por uma revanche

G. Durinho (foto) planeja volta ao octógono em breve. Foto: Reprodução/Instagram @gilbert_burns

Apesar de perder para Kamaru Usman na disputa de cinturão dos meio-médios (até 77kg.), Gilbert Durinho está disposto a reconstruir sua história rumo ao título. O objetivo principal para o retorno é o nome do ex-campeão interino Colby Covington. Porém, caso o combate não ocorra, outros dois lutadores estão no radar: Stephen Thompson e Michael Chiesa.

Veja Também

O brasileiro, que ainda ocupa a segunda posição no ranking, deseja encarar alguém que esteja entre os primeiros colocados. Atualmente, Thompson e Chiesa estão na quinta e sexta colocação, respectivamente.

“Pela ordem, tem que ser Thompson ou Chiesa. Junto com Covington, são os três caras que estou ansioso para lutar. Não me importo com a ordem. Se eles (UFC) me disserem: ‘Gilbert, quem você quer?’, eu desejo o Colby (Covington), mas se ele não tiver disponível, ‘Wonderboy’. Caso ele também não estiver, então Michael Chiesa”, revelou Gilbert Durinho ao ‘MMA Fighting’.

O discurso de Gilbert Durinho já pensar em outros nomes da divisão dos meio-médios se dá pelo fato do Ultimate trabalhar em um combate entre Colby Covington e Jorge Masvidal. Assim, o carioca também sabe que terá que trabalhar seu caminho de volta até que consiga uma outra chance. Ele, no entanto, alega não ter pressa para fazer acontecer.

“Farei quatro (vitórias) se for preciso. Nunca tive um caminho fácil. Eu já senti essa dor no jiu-jitsu e sou um trabalhador esforçado. Vou trabalhar muito para conseguir essa revanche contra o Kamaru Usman. Seja o que for preciso. (…) Só quero voltar lá. Não posso ir lá na semana que vem, porque estou suspenso e vou respeitar isso. Porém, desejo voltar o mais rápido possível. Estou aqui para fazer a diferença. Quero lutar com todo mundo nessa categoria”, concluiu o brasileiro.

Aos 34 anos, Gilbert Durinho conta com 23 lutas em seu histórico no MMA. Atualmente, o brasileiro tem um cartel de 19 vitórias e quatro derrotas. Ele chegou a ter seis triunfos em sequência, antes de ser nocauteado por Usman no UFC 258, que ocorreu em fevereiro.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments