Bruno Bulldoguinho dá show, enquanto Léo Santos é nocauteado no card preliminar do UFC Vegas 22 | SUPER LUTAS

Bruno Bulldoguinho dá show, enquanto Léo Santos é nocauteado no card preliminar do UFC Vegas 22

Brasil termina com uma vitória e um empate no evento deste sábado (20)

B. Bulldoguinho vence JP Bays na primeira luta da noite. Foto: Reprodução/Instagram

Composto por cinco lutas, o card preliminar do UFC Las Vegas, na noite deste sábado (20), em Las Vegas, terminou com 50% de aproveitamento dos representantes brasileiros. Entre os atletas, o peso mosca (até 56,7kg.) Bruno Bulldoguinho nocauteou JP Buys e conquistou sua primeira vitória no Ultimate. Já Léo Santos fez luta dura, mas acabou sendo derrotado por Grant Dawson no último segundo do combate.

Veja Também

Com o ex-campeão dos galos (até 61,2kg.) Henry Cejudo no corner, Bulldoguinho entrou ao combate pressionado após duas derrotas e uma luta sem resultado no Ultimate. Porém, o lutador da ‘Pitbull Brothers’ se sobressaiu nas habilidades em pé e foi superior a JP Bays para se sagrar vitorioso. A luta abriu o UFC Las Vegas 22 e foi marcada pelo nocaute avassalator pra cima de sul-africano, no segundo round.

A LUTA

O combate iniciou com Bruno Bulldoguinho com ‘sede’ e, com apenas dez segundos, acabou desferindo um chute na genital de JP Bays. Logo depois, foi a vez do brasileiro acertar um ‘dedo no olho’ do sul-africano e a luta acabou paralisada novamente. Assim que o duelo foi reiniciado, Bulldoguinho acertou um direto, assim que Bays tentava uma joelhada. O timing apurado ainda fez com que ele conseguisse uma queda, mas sequer conseguiu progredir na posição até que seu oponente se recuperasse. No último minuto, o lutador tupiniquim ainda teve tempo de encurtar e aplicar bons uppercuts e um golpe giratório no rosto de JP.

O segundo round foi derradeiro. JP Bays começou atrás de Bruno Bulldoguinho, mas em uma tentativa de chute alto se desequilibrou. O brasileiro projetou e chegou a progredir no chão. Porém, a luta foi reiniciada em pé. O sul-africano seguiu ‘marchando’ para frente e conectou direto e cruzado no rosto de seu oponente. No entanto, tudo mudou após Bulldoguinho acertar duas ‘bombas’ que foram de encontro ao de seu adversário que ainda tentou resistir, mas acabou nocauteado.

Com a vitória, Bruno Bulldoguinho consegue sua primeira vitória e alivia a pressão no Ultimate após três resultados negativos. Agora, são 11 triunfos, cinco reveses, dois empates e uma luta sem resultado na carreira.

Por outro lado, JP Buys é recepcionado da pior forma no UFC. O sul-africano agora tem um cartel de nove triunfos e três reveses na carreira.

Léo Santos é nocauteado e perde a primeira no Ultimate

L. Santos perde sua primeira no Ultimate. Foto: Reprodução/Instagram

Segundo brasileiro a entrar no octógono, Léo Santos fez duelo equilibrado contra Grant Dawson, mas acabou sucumbindo ao poder do norte-americano no último segundo e encontrou o ‘gosto amargo’ de sua primeira derrota no Ultimate.

Especialistas em jiu-jitsu, os combatentes iniciaram o round com muito estudo. Enquanto Grant Dawson trabalhava nos chutes na linha da cintura, Léo Santos apostava no boxe e curta distância para pontuar. Em determinado momento, o norte-americano descoberto no ‘Contender Series’ acertou um bom cruzado, que chegou a desequilibrar o brasileiro. Ele também buscou a queda e chegou a ensaiar quedas contra o representante tupiniquim. A resposta, no entanto, aconteceu com ‘maestria’, quando na grade Léo Santos conseguiu derrubá-lo, ainda que não tenha conseguido progredir.

O segundo assalto foi marcado pela trocação franca dos lutadores. Ainda no primeiro minuto, Léo Santos acabou desferindo um golpe na genitália de Grant Dawson, que teve um tempo de descanso. Na volta, o norte-americano buscou as quedas, mas parou na boa defesa do brasileiro. Na reta final, Léo ainda chegou a pressionar seu adversário em round equilibrado.

Assim como o término do round anterior, Dawson iniciou o último assalto ‘mergulhando’ em queda e, na força, conseguiu quedar Léo Santos. Na meia-guarda, ele teve as oportunidades ideais para pontuar com golpes curtos. Quando a luta já parecia encerrada, o norte-americano fez postura e desferiu quatro socos para nocautear o brasileiro.

Aos 41 anos, Léo Santos perde pela primeira vez desde que venceu o ‘The Ultimate Fighter Brasil 2‘. Agora, ele tem um cartel de 18 vitórias, quatro derrotas e um empate na carreira. Já Grant Dawson, de 27, estreia com o ‘pé direito’ e aumenta seu recorde para 17 resultados positivos e apenas um negativo.

Montel Jackson nocauteia

M. Jackson nocauteia Jesse Strader no UFC Las Vegas 22. Foto: Reprodução/Instagram

Brutal! Na segunda luta da noite, o norte-americano Montel Jackson recepcionou Jesse Strader no Ultimate da ‘pior forma’, com um nocaute avassalador no primeiro round.

No início da luta, Montel Jackson parecia tomar o centro do cage e era o dono das melhores ações. Por outro lado, Jesse Strade estava em prejuízo no jogo em pé, mas acabou no clinch. Após se desvencilhar, o norte-americano cruzou um golpe que fez o compatriota cair. Ele seguiu na caça e ainda acertou outros socos para chegar no nocaute técnico.

Assim, Montel Jackson se recupera da derrota sofrida para Brett Johns no UFC Ilha da Luta 3. O norte-americano amplia seu retrospecto para dez resultados positivos e dois negativos.

Já Jesse Strade, que fazia sua estreia na organização, começa com o ‘pé esquerdo’ em sua trajetória. Profissional desde 2017, ele tem um cartel de cinco vitórias e duas derrotas.

RESULTADOS DO UFC LAS VEGAS 22

CARD PRINCIPAL

Peso médio: Derek Brunson derrotou Kevin Holland na decisão unânime dos juízes (49-46, 50-45, 49-46)

Peso leve: Gregor Gillespie x Brad Riddell – Luta cancelada

Peso meio-médio: Max Griffin derrotou Kenan Song por nocaute a 2m20s do R1

Peso palha: Montserrat Ruiz derrotou Cheyanne Buys na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-27, 29-28)

Peso galo: Adrian Yanez derrotou Gustavo Lopez por nocaute a 27seg. do R3

Peso pesado: Tai Tuivasa derrotou Harry Hunsucker por nocaute técnico a 49seg. do R1

CARD PRELIMINAR

Peso galo: Macy Chiasson derrotou Marion Reneau na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso leve: Grant Dawson derrotou Léo Santos por nocaute a 4m59s do R3

Peso médio: Trevin Giles derrotou Roman Dolidze na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo: Montel Jackson derrotou Jesse Strader por nocaute técnico a 1m58s do R1

Peso mosca: Bruno Bulldoguinho derrotou JP Buys por nocaute técnico a 2m56s do R2

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments