Depois da terceira derrota consecutiva, Lyoto confirma volta aos médios e desafia campeão | SUPER LUTAS

Depois da terceira derrota consecutiva, Lyoto confirma volta aos médios e desafia campeão

Dominado por Ryan Bader no Bellator 256, brasileiro abstrai bem o novo revés e propõe confronto contra antigo conhecido

L. Machida não vence há três lutas pelo Bellator. Foto: Reprodução/Instagram

A derrota para Ryan Bader no Bellator 256 parece não ter abalado a confiança de Lyoto Machida. Disposto a retomar o caminho das vitórias na empresa após três reveses em sequência, o brasileiro garantiu seu retorno ao peso médio e admitiu a vontade de trocar forças contra um antigo conhecido. O atleta falou sobre o assunto em entrevista à ‘ESPN’.

Veja Também

“Acredito que para mim é um cara de 84kg, que lute nessa categoria, quero sim descer para essa categoria. Não posso dizer ‘nunca vou mais lutar’ nessa categoria (93kg). Quero descer para dar meu melhor nesses últimos anos. Uma luta que quero muito é com o (Gegard) Mousasi. A primeira luta (2014) eu dominei. Na segunda (2019), não fui dominado, não tinha toda essa equipe, não estava tão confiante quanto estou hoje. Mousasi é um grande lutador, mas tenho certeza de que uma luta contra ele seria uma que quero fazer, porque sei onde posso chegar”, disse o ‘Dragão’.

O sonho de voltar a trocar forças contra Mousasi vai além de uma antiga rivalidade. Caso seja, eventualmente, atendido pela organização, o brasileiro teria a oportunidade de disputar o cinturão da divisão, já que Gegard, hoje, ocupa o ponto mais alto do grupo.

Veterano no MMA, Lyoto afirma que os planos de atuar entre os médios não são recentes. Segundo o brasileiro, o desejo de mudar de grupo já passava pela cabeça de sua equipe. O atleta, no entanto, explicou o que o fez adiar a decisão.

“Depois da luta do Phil Davis (2020), eu tinha decidido que lutaria na categoria até 84kg. De repente, surgiu a oportunidade de lutar no GP (dos meio-pesados). Eu achei uma grande oportunidade, já que iria estar lutando entre os melhores, era uma chance. Eu sei que cada pessoa tem um calibre e isso deve ser respeitado para que você possa atingir o melhor resultado possível dentro do que você quer”, encerrou.

Aos 42 anos, Machida é considerado um dos maiores nomes na história do MMA brasileiro. Ex-campeão dos meio-pesados do UFC, o paraense, hoje, soma 37 apresentações como profissional no esporte. Ao todo, o combatente tem 26 triunfos e 11 reveses.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments