Virna Jandiroba supera japonesa e 'salva' Brasil no card preliminar do UFC Las Vegas 29 | SUPER LUTAS

Virna Jandiroba supera japonesa e ‘salva’ Brasil no card preliminar do UFC Las Vegas 29

Baiana vence Kanako Murata, que terminou com seu braço lesionado após uma chave; Lara Procópio e Netto BJJ perdem para Casey O’Neill e Rick Glenn, respectivamente

V. Jandiroba derrotou K. Murata no card preliminar do UFC Las Vegas 29. Foto: Reprodução/Instagram

A peso palha (até 52,1kg.) Virna Jandiroba entrou no octógono do UFC Las Vegas 29, realizado neste sábado (19), com a missão de salvar o Brasil no card preliminar e conseguiu realizar o objetivo com sucesso. Após as derrotas de Lara Procópio e Netto BJJ, a brasileira dominou Kanako Murata e viu o árbitro interromper o combate durante o intervalo após uma lesão no braço da japonesa.

Veja Também

octógono-UFC-Twitter-UFC-Vegas17

Com o resultado, Jandiroba pode aparecer no top-10 da divisão comandada por Rose Namajunas. Agora, em sua carreira, são 17 resultados positivos e dois negativos. A baiana volta a vencer depois de ser derrotada por Mackenzie Dern.

Por outro lado, Murata sofre sua segunda derrota na carreira. A japonesa, anteriormente, vinha em uma sequência de oito vitórias seguidas e tinha vencido a brasileira Randa Markos em sua estreia no Ultimate. Ao todo, ela tem um cartel de 12 triunfos e dois reveses.

A LUTA

Virna Jandiroba começou bem na luta. Primeiramente, a brasileira conseguiu contragolpear e chegou a fazer Kanako Murata recuar. A japonesa, no entanto, aproveitou para tentar se recuperar junto à grade e Virna puxou para a guarda. Por baixo, a baiana recebeu duros golpes, mas atacou no braço e tentou uma chave de braço. Paciente, Murata fez a defesa e saiu da difícil situação. Ela ainda tentou laçar o pescoço de Jandiroba, mas não teve tempo de desenvolver a posição.

No segundo assalto, Virna Jandiroba seguia encurtando a distância e conectou boas combinações em pé. Encurralada, Kanako Murata apenas se esquivava e sequer tentava contragolpear. A brasileira, assim, seguia melhor na trocação e incomodava com diretos limpos conectados no rosto da japonesa.

No intervalo do segundo para o terceiro round, no entanto, o árbitro não permitiu que Murata seguisse na luta. A japonesa continuou na luta com o braço esquerdo, aparentemente, quebrado após a chave de braço ainda na primeira etapa. Após a decisão de encerrar o combate, ela chorou no octógono e lamentou sua derrota.

Lara Procópio é finalizada por Casey O’Neill e ‘apaga’ no octógono

C. O’Neill finalizou L. Procópio no terceiro round. Foto: Reprodução/Instagram

Não deu para Lara Procópio. No primeiro combate do UFC Las Vegas 29, a brasileira fez luta equilibrada, mas acabou finalizada pela invicta Casey O’Neill. Ela, inclusive, recebeu um mata-leão no terceiro round, se recusou a bater e ‘apagou’ no octógono.

O primeiro round foi marcado pelo equilíbrio. Lara Procópio foi a primeira a tomar iniciativa no combate e aplicou um cruzado de esquerda. Casey O’Neill não quis trocar golpes em pé e logo tentou a queda. Porém, a brasileira conseguiu desvencilhar da pegada e respondeu com um direto, que fez a australiana recuar. Em desvantagem, O’Neill apostou no clinch para tocar Procópio e, em seguida, chutou alto. A atleta da ‘Nova União’ absorveu bem a tentativa e encurralou na grade, além de conseguir derrubar. Casey, no entanto, foi mais rápida e saiu da situação de desvantagem. O último minuto contou com Lara mantendo sua adversária de costas para a grade e conseguiu derrubar.

Casey O’Neill voltou atenta em pé, mas deu brecha para Lara Procópio derrubá-la. Por baixo, no entanto, a australiano evitou a progressão da brasileira e foi mais rápida para sair da situação. Em seguida, foi a vez da lutadora ficar por cima no chão e trabalhou com socos na guarda de Procópio. Por sua vez, a atleta da ‘Nova União’ reverteu a situação e tentou pegar a chave de panturrilha, mas fracassou. Nos segundos finais, ela ainda recebeu duras cotoveladas antes do soar do gongo.

No terceiro e decisivo round, as competidoras trocaram golpes nos 30 segundos, mas O’Neill voltou na queda e conseguiu o ‘crucifixo’ ajustado. Com isso, a australiana seguiu batendo e, quando a brasileira saiu da posição, Casey pegou as costas. Em vantagem, ela fechou o cadeado e passou o braço no mata-leão. Lara Procópio não bateu e ‘apagou’ no octógono.

Aos 23 anos, Casey O’Neill ainda não sabe o que é perder no MMA. Agora, a australiana conseguiu sua segunda finalização na carreira. Ao todo, são sete vitórias.

Por outro lado, Lara Procópio, de 25, sofre o segundo revés de sua trajetória no MMA. A mineira volta a sentir o ‘sabor amargo’ da derrota e, agora, tem um retrospecto de sete resultados positivos e dois negativos.

Netto BJJ é nocauteado por Rick Glenn em 37 segundos

R. Glenn nocauteou N. BJJ no UFC Las Vegas 29. Foto: Reprodução/Instagram

Após cerca de dois anos sem lutar, Netto BJJ não teve o retorno que esperava no octógono. No segundo confronto da noite, válida pela categoria dos leves (até 70,3kg.), o brasileiro foi nocauteado ainda no primeiro round e em apenas 37 segundos por Rick Glenn.

O brasileiro começou com tudo na luta, mas acabou pagando um caro preço pelas iniciativas. Netto recebeu um direto e caiu. Ele ainda tentou se recuperar, mas Glenn ainda desferiu mais uma sequência de socos antes da interrupção do árbitro.

Com isso, o goiano sofre sua terceira derrota na carreira, sendo sua segunda consecutiva. Ele também tem 11 vitórias. Por outro lado, Glenn tem seu retrospecto atualizado para 22 triunfos, seis reveses e um empate.

Resultados do UFC Las Vegas 29

CARD PRINCIPAL (20h, horário de Brasília):

Peso pena (até 65,7kg.): Zumbi Coreano derrotou Dan Ige na decisão unânime dos juízes (48-47, 49-46, 49-46)

Peso pesado (até 120,2kg.): Sergey Spivak derrotou Alexey Oleynik na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg.): Marlon Vera derrotou Davey Grant na decisão unânime dos juízes (30-26, 29-27, 29-28)

Peso pena (até 65,7kg.): Seung Woo Choi derrotou Julian Erosa por nocaute a 1m37s do R1

Peso médio (até 83,9kg.): Bruno Blindado derrotou Wellington Turmanpor nocaute a 4m45s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Matt Brown derrotou Dhiego Lima por nocaute a 3m02s do R2

CARD PRELIMINAR (17h, horário de Brasília)

Peso meio-pesado (até 93kg.): Nicolae Negumereanu derrotou Aleksa Camur na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso palha (até 52,1kg.): Virna Jandiroba derrotou Kanako Murata por nocaute técnico (interrupção médica) a 5m do R2

Peso meio-médio (até 77kg.): Khaos Williams derrotou Matthew Semelsberger na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso pesado (até 120,2kg.): Josh Parisian derrotou Roque Martinez na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Rick Glenn derrotou Netto BJJ por nocaute a 37seg. do R1

Peso mosca (até 56,7kg.): Casey O’Neill finalizou Lara Procópio com um mata-leão a 254s do R3

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments