Se adaptando ao peso leve, Renato Moicano espera finalização contra Jai Herbert no UFC Las Vegas 30 | SUPER LUTAS

Se adaptando ao peso leve, Renato Moicano espera finalização contra Jai Herbert no UFC Las Vegas 30

Antigo destaque nos penas, brasileiro fala com exclusividade ao SUPER LUTAS sobre o desafio no sábado, realidade na categoria e futuro na companhia

Um dos representantes brasileiros no UFC Las Vegas 30, Renato Moicano não esconde a empolgação para sua volta ao octógono. Neste sábado (26), o atleta trocará forças contra Jai Herbert e busca retomar o caminho das vitórias para se aproximar do top 15 dos leves (até 70,3kg.). Em bate-papo exclusivo com o SUPER LUTAS, o combatente analisou o adversário, falou sobre a realidade na nova divisão e arriscou um desfecho ideal para o novo compromisso.

Veja Também

Antigo destaque no peso pena (até 65,7kg.), Moicano fará sua terceira luta na divisão de cima. Após vencer na estreia e ‘tropeçar’ na sequência, o brasileiro se diz pronto para o novo desafio.

Nova realidade nos leves

Representante do UFC desde 2014, Renato já enfrentou nomes de peso dentro da companhia, como Brian Ortega, Zumbi Coreano e José Aldo. Agora, buscando sucesso na nova categoria, o combatente falou sobre a realidade nos leves.

“É a categoria que eu me sinto mais confortável agora. Me parece uma divisão mais difícil, os caras são mais pesados, mais fortes. O detrimento que eu estava passando para perder o peso estava um pouco difícil para mim. É uma categoria que eu vou me adaptar. Basta tempo, luta”, contou.

Aposta do UFC

Experiente na organização, Moicano também comentou sobre os adversários que serão colocados à sua frente no grupo até 70,3kg. Para o tupiniquim, seu histórico ajuda no ‘casamento de lutas’ contra rivais de peso.

“Como eu era um cara bastante conhecido no peso pena, era natural eu chegar no peso leve e já começar a enfrentar os caras mais duros. Tive uma vitória e um revés (desde a estreia na divisão) e, agora, estou no caminho para voltar ao caminho das vitórias”, declarou.

Lição na última derrota

Depois de um debute empolgante nos leves, Renato conheceu o primeiro resultado negativo no grupo no encontro com Rafael Fiziev. Apesar de um bom início no confronto, realizado em dezembro de 2020, o brasileiro acabou surpreendido com um nocaute no fim do primeiro assalto. O atleta, então, falou sobre a derrota e reforçou o aprendizado.

“Eu não posso ficar muito confortável na luta. Mesmo se você estiver gostando da luta – e eu estava me sentindo bem -, sempre a gente tem que saber que do outro lado tem ‘pedrada’. Realmente, tenho que ficar um pouco mais atento. Essa é a palavra que usei no treino: atenção”, admitiu Renato.

Análise do adversário

Para voltar a vencer, o brasileiro precisará provar suas qualidades diante do perigoso Jai Herbert, que busca o primeiro triunfo com as luvas do UFC. Ciente das dificuldades, o peso leve analisou o rival deste fim de semana, mas mostrou confiança em uma grande apresentação.

“Ele é um atleta duro, que vem do striking, de mão dura, mas eu confio bastante em mim. Confio na minha equipe, no meu trabalho. A gente vai chegar bem preparado e sair com uma grande vitória e tendo uma grande performance, que, também, é bastante importante”, disse o combatente.

Volta aos penas descartada?

Atuando nos penas do UFC entre 2014 e 2019, Moicano já esteve a um passo de disputar o cinturão da divisão. O atleta, no entanto, acabou se afastando da chance na derrota para José Aldo, lenda da categoria. Na sequência, Renato foi superado pelo Zumbi Coreano e optou por migrar de divisão. Embora viva um novo momento, o combatente falou sobre um eventual retorno à categoria até 65,7kg.

“Depende muito. Se oferecerem uma luta que faça sentido, que me aproxime de um cinturão, eu desceria. (…) Esse é o nosso sonho. Eu sei que não consigo cortar tanto peso durante muito tempo. Isso vai prejudicar minha saúde. Se fosse algo muito grande, que me fizesse chegar no topo da categoria de novo, eu não descarto a possibilidade. (No momento), estou pensando em preservar meu corpo, em poder lutar mais e acho que a (divisão) 70kg. fica melhor”, disse.

Desfecho ideal

Na intenção de dar show neste fim de semana, Moicano busca um triunfo categórico para reforçar a volta às vitórias. Assim, o brasileiro declarou qual seria o triunfo dos sonhos no embate contra Herbert.

“Espero que com finalização, mas vamos ver. A gente está preparado para os três rounds. A minha aposta é para uma grande performance, um show, uma luta que os fãs possam acompanhar e voltar o nome ‘Renato Moicano’ para a categoria dos leves”, encerrou.

Histórico dos atletas

Profissional no MMA desde 2010, Moicano vai para sua 20ª apresentação na modalidade. Hoje, o brasileiro de 32 anos soma 14 vitórias, quatro derrotas e um empate.

Chegando ao 13º compromisso nas artes marciais mistas, Jai Herbert busca se recuperar do revés sofrido para Francisco Massaranduba em sua estreia no UFC. O atleta, 33, tem, atualmente, 10 resultados positivos e dois negativos.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments