Khabib Nurmagomedov dá palpite para luta entre Conor McGregor e Dustin Poirier | SUPER LUTAS

Khabib Nurmagomedov dá palpite para luta entre Conor McGregor e Dustin Poirier

Ex-campeão dos leves acredita que a única chance de Conor McGregor sair vitorioso é acabando com a luta no primeiro round

K. Nurmagomedov (esq) acredita que chance de C. McGregor (dir) está no primeiro round Foto: Reprodução/Instagram

No dia 10 de julho, Conor McGregor e Dustin Poirier se enfrentam pela terceira vez na luta principal do UFC 264, em Las Vegas, de olho em uma disputa do cinturão peso leve (até 70,3 kg). Ex-campeão da categoria, o russo Khabib Nurmagomedov deu seu palpite para o tão aguardado desfecho da trilogia.

Veja Também

Em entrevista ao canal oficial do UFC na Rússia, Khabib Nurmagomedov afirmou que a única chance de Conor McGregor sair vencedor seria terminando a luta ainda no primeiro round. Caso contrário, na opinião do russo, é provável que a vitória fique com Dustin Poirier.

“É a mesma coisa (que a última luta entre eles). Se durar apenas um round, eu aposto no Conor. Do segundo em diante, Dustin vence”, apostou o russo.

Durante a entrevista, Khabib falou sobre o equilíbrio na categoria dos leves. O ex-campeão acredita que a divisão é a que possui mais talentos em todo o Ultimate e enxerga uma espécia de “guerra mundial” ocorrendo nela.

“É uma divisão muito interessante. Você tem os brasileiros, como Charles Oliveira e Rafael dos Anjos; os americanos, com Poirier, Gaethje, Chandler; e os russos com Makhachev, Ismagulov, Fiziev e Tsarukyan”, analisou Khabib.

O atual campeão da categoria dos leves do UFC é o Charles “Do Bronx”. O brasileiro conquistou o título, que estava vago desde a aposentadoria de Khabib Nurmagomedov, ao derrotar Michael Chandler no UFC 262, em maio deste ano. A primeira defesa de Charles ainda não está confirmada, mas ao que tudo indica será contra o vencedor do duelo entre Poirier e McGregor no dia 10 de julho.

Khabib Nurmagomedov, por sua vez, anunciou aposentadoria em outubro de 2020, após derrotar Justin Gaethje no UFC 254. Invicto na carreira profissional, com 29 vitórias, o ex-campeão tomou a decisão de pendurar as luvas após a perda trágica de seu pai Abdulmanap Nurmagomedov, que faleceu em julho de 2020, vítima da Covid-19.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments