Companheiro de treinos de McGregor diz que o irlandês não respeitou Poirier antes do segundo confronto | SUPER LUTAS

Companheiro de treinos de McGregor diz que o irlandês não respeitou Poirier antes do segundo confronto

Artem Lobov afirmou que o 'Notório' subestimou o seu último oponente e o acusou de não estar focado durante os treinamentos para a revanche

Lobov (dir) é amigo pessoal de McGregor (esq) Foto: Instagram @thenotoriousmma

O nocaute sofrido por Conor McGregor no segundo duelo contra Dustin Poirier, em janeiro desse ano, pode ter tido uma parcela de culpa do irlandês. O seu companheiro de treinos Artem Lobov, acusou o ‘Notório’ de ter subestimado o ‘Diamante’ e afirmou que o seu amigo não estava focado durante os treinamentos para a revanche. A declaração foi dada em entrevista ao ‘BJ Penn‘.

Veja Também

“Para ser honesto, Conor não estava totalmente focado e provavelmente não deu a Dustin o respeito que merecia. Ele estava pensando lutar em boxe com Manny Pacquiao após o combate e estava se preparando para isso. McGregor achou que isso seria um desafio de verdade e o duelo com Dustin seria apenas uma luta de aquecimento. Obviamente, não foi assim que aconteceu. Poirier fez a sua lição de casa e melhorou muito”, afirmou Lobov.

O lutador russo admitiu que o assunto foi conversado entre a equipe e prometeu uma atitude diferente de McGregor no terceiro duelo.

“Todos nós conversamos sobre isso. Conor não estava comprometido, não estava treinando tão duro quanto deveria. Sabemos quais são os problemas. Não tem nada a ver com os treinadores. Agora, ele está comprometido de novo, ele está treinando o tempo todo e ele está com as pessoas certas”, finalizou o parceiro de treinos.

Com passagem pelo Ultimate entre 2015 e 2019, Artem Lobov não deixou saudades no octógono. Em sete combates, o russo sofreu cinco derrotas e venceu apenas dois duelos. Atualmente, o lutador de 34 anos faz parte do plantel do evento Bare Knuckle FC, o ‘boxe sem luvas’.

O terceiro duelo entre Conor McGregor e Dustin Poirier encabeçará o UFC 264, programado para o dia 10 de julho. O vencedor do confronto deve ter uma chance de disputar o cinturão dos leves (até 70,3kg) que hoje pertence ao brasileiro Charles Do Bronx.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments